Sul-coreano Son quer encerrar carreira no Spurs, diz Mourinho

·1 minuto de leitura
José Mourinho e Son Heung-min após partida do Tottenham contra o Crystal Palace pelo Campeonato Inglês

(Reuters) - Son Heung-min, atacante do Tottenham Hotspur, quer encerrar a carreira no time inglês, mas as conversas sobre uma renovação de contrato foram prejudicadas pela pandemia de Covid-19, disse o técnico José Mourinho.

Son está em ótima forma nesta temporada, tendo marcado 13 gols em 21 partidas em todas as competições, e seu acordo atual com o Spurs vence em junho de 2023.

O atleta de 28 anos foi escolhido Jogador do Ano da Coreia do Sul pela quinta vez, ampliando um recorde, e pelo segundo ano consecutivo na terça-feira.

Quando instado a fornecer uma atualização sobre a situação contratual de Son, Mourinho disse que está difícil avançar devido às incertezas criadas pela pandemia.

"Como você pode assinar um novo contrato com um jogador? Você não sabe o que acontecerá na próxima temporada", disse ele aos repórteres.

"Você não sabe se pode oferecer ao jogador um contrato melhor do que ele tem agora. É um momento muito estranho. Mas confio em Sonny e no (presidente do Spurs) Daniel Levy".

"Sei que ambos querem que ele fique, se possível, pelo resto da vida, se possível até o fim da carreira."

"Vejo Sonny assinando um novo contrato aqui, mas... não pressiono para que algo aconteça agora porque provavelmente não é o momento certo", disse.

"Não sou o dono do dinheiro, mas não gostaria de ser o dono ou o CEO de um destes clubes de futebol vivendo com esta instabilidade."

(Por Simon Jennings em Bengaluru)