Grêmio vence Lanús, mantém 100% e encaminha classificação na Sul-Americana

·3 minuto de leitura
PORTO ALEGRE, BRAZIL - MAY 13: Matheus Henrique of Gremio celebrates with teammate Ferreira after scoring the first goal of his team during a match between Gremio and Lanus as part of group H of Copa CONMEBOL Sudamericana 2021 at Arena do Gremio on May 13, 2021 in Porto Alegre, Brazil. (Photo by Silvio Avila/Getty Images)
PORTO ALEGRE, BRAZIL - MAY 13: Matheus Henrique of Gremio celebrates with teammate Ferreira after scoring the first goal of his team during a match between Gremio and Lanus as part of group H of Copa CONMEBOL Sudamericana 2021 at Arena do Gremio on May 13, 2021 in Porto Alegre, Brazil. (Photo by Silvio Avila/Getty Images)

O Grêmio recebeu o Lanús na Arena, em Porto Alegre, pela quarta rodada do grupo H da Copa Sul-Americana. Invicto no torneio, a equipe de Tiago Nunes, mesmo sem boa parte dos titulares, fez uma boa partida, neutralizando os principais pontos fortes dos argentinos e mantendo o ímpeto ofensivo. A vitória veio ao natural: 3 a 1. O resultado manteve o Tricolor com 100% de aproveitamento para ficar a um passo de carimbar sua vaga. 

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

O grupo H tem agora o Grêmio com quatro jogos e quatro vitórias, ou seja, 12 pontos até aqui. O Lanús, vice-líder, permanece com seis e tem remotas chances de classificação na Sul-Americana. Agora o próximo desafio do Grêmio é o Grenal na primeira final do Gaúchão, partida agendada para o domingo (16). Já na Sul-Americana, o Tricolor vai à Venezuela no dia 20 de maio para oficializar sua classificação no torneio. 

PRIMEIRO TEMPO COM INÍCIO ANIMADOR

O Grêmio abriu o placar logo aos dois minutos de partida com Matheus Henrique, o que poderia atrapalhar plano tático do Lanús. Apenas poderia, porque os argentinos tiveram uma recuperação rápida e três minutos depois Burdisso empatou. O confronto seguiu com o Tricolor ocupando mais o campo ofensivo e criando as melhores chances principalmente com Ferreirinha pela esquerda. E justamente o atacante foi premiado com suas aparições ao fazer o segundo após cruzamento perfeito de Rafinha. 

Leia também:

A partida seguiu bem movimentada e com poucas paralisações que ocupasse muitos minutos. O Lanús tentava espaços para empatar com o Grêmio também insistindo nos ataques, mas o duelo foi para o intervalo sem mais gols. 

PREOCUPAÇÃO NO MEIO-CAMPO

Thiago Santos deu uma arrancada para invadir a área e logo em seguida caiu na grande área. O volante sentiu a coxa direita e precisou ser substituído na reta final do primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO DE BOA INTENSIDADE

Na volta do intervalo, o Lanús mostrou vontade de tentar igualar o placar. De la Vega teve uma boa oportunidade e em outra Pedro Geromel cortou o chute de José Sand. O Grêmio, por sua vez, manteve a intensidade ofensiva com boa troca de passes e dificultou uma possível reação argentina. No decorrer do duelo, os Granates não conseguiram ter forças para superar a defesa gaúcha e a consequência foi tomar mais um gol de Ferreirinha, que recebeu livre de Diego Souza, que havia acabado de entrar, e deu números finais na partida. 

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X LANÚS - 4ª RODADA DA SUL-AMERICANA

Estádio: Arena do Grêmio, Porto Alegre (RS)
Data e horário: 13 de maio de 2021, às 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)
Assistentes: Martín Soppi (URU) e Carlos Barreiro (URU)
Cartões amarelos: Rafinha, Ruan (GRE) / Burdisso, Aguirre, Morales, Acosta (LAN)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Matheus Henrique, 3'/1ºT (1-0); Burdisso, 6'/1ºT (1-1); Ferreira, 21'/1ºT (2-1)

GRÊMIO (Técnico: Tiago Nunes)

Brenno; Rafinha, Geromel, Ruan e Diogo Barbosa; Lucas Silva, Thiago Santos (Maicon, aos 46'/1ºT), Luiz Fernando (Guilherme Azevedo, aos 25'/2ºT), Matheus Henrique (Darlan, aos 25'/2ºT) e Ferreira (Léo Pereira, aos 35'/2ºT); Diego Churín (Diego Souza, aos 25'/2ºT). 

LANÚS (Técnico: Luis Zubeldia)

Morales; Brian Aguirre, Guilhermo Burdisso, Alexis Pérez e Julián Aude (Esquivel, aos 36'/2ºT); Bernabéi, De la Vega e Ignacio Cechi; Nicolás Orsini (Orozco, aos 36'/2ºT), José Sand (José López, aos 30'/2ºT) e Lautaro Acosta (Vera, aos 31'/2ºT).