Stroll crê que inveja motiva críticas ao seu desempenho na Fórmula 1

Uma das novidades na Fórmula 1 para a temporada de 2017 foi a contratação de Lance Stroll pela Williams. Com apenas 18 anos, o canadense foi escolhido pela escuderia para ser o substituto de Felipe Massa, que mais tarde retornou ao time no lugar de Valtteri Bottas. Contudo, muitos desaprovaram a chegada do jovem piloto à categoria.

Apesar de ter sido campeão em categorias menores, como o fato de ter vencido a Fórmula 3 em 2016, Stroll não tinha experiência na F1, não tendo passado, inclusive, pela Fórmula 2, da qual normalmente os pilotos se transferem à principal. Mesmo assim, o canadense exalta que está pronto, e que as críticas são feitas por invejosos.

“Nós sabemos o que é necessário para chegar até aqui. Então é normal. Não acho que preciso soletrar, mas é assim que as coisas são. Você sempre vai encontrar pessoas com inveja e que não gostam de você por razões erradas. Obviamente as pessoas que não estão na Fórmula 1 estão tentando achar desculpas sobre por que não estão na categoria”, declarou ao Autosport.com.

No primeiro Grande Prêmio do ano, na Austrália, Lance abandonou a prova e, durante os testes da pré-temporada, o canadense teve problemas e chegou a bater a Williams. Mesmo assim, Stroll acredita que tenha o respeito dos demais pilotos do grid.

“Eu acho que os pilotos da F1 têm respeito uns pelos outros. Os pilotos sabem que vencer a Fórmula 4, a Fórmula Renault e a Fórmula 3 demanda muito esforço e trabalho”, completou. Stroll tentará finalizar sua primeira corrida na F1 no próximo domingo, no GP da China.