STJD pode antecipar adeus de Felipe Melo ao Palmeiras nesta quarta

Thiago Ferri e William Correia
LANCE!
Felipe Melo tem contrato até dezembro de 2021, mas pode estar deixando Palmeiras (Agência Palmeiras/Divulgação)
Felipe Melo tem contrato até dezembro de 2021, mas pode estar deixando Palmeiras (Agência Palmeiras/Divulgação)


Nesta quarta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgará um recurso para uma punição de Felipe Melo. E pode, consequentemente, definir a despedida do jogador do Palmeiras. O volante tem contrato até dezembro de 2021, mas a reformulação preparada pelo clube e as recentes críticas da principal torcida organizada podem gerar o seu adeus.

O camisa 30 recebeu punição inicial de cinco partidas por ter feito gestos obscenos em direção à torcida do Santos, na derrota por 2 a 0, na Vila Belmiro, em 9 de outubro, e já cumpriu duas preventivamente. Foi denunciado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, por "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva", com pena de um a seis jogos.

TABELA
>
Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui




Caso seja mantida a punição, Felipe Melo ficará fora das duas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro, diante do Goiás, na quinta-feira, às 19h15, em Campinas, e contra o Cruzeiro, no dia 8, às 16h, no Mineirão. Depois desses compromissos, o Verdão entra de férias.

Mesmo se for absolvido nesta quarta-feira, é possível que Felipe Melo seja mesmo desfalque nesta quinta-feira. O meio-campista já tinha sido ausência em três partidas por conta de um edema na panturrilha esquerda, voltou a ser titular no domingo, contra o Flamengo, mas saiu se queixando de dores. E não apareceu no gramado da Academia de Futebol nesta semana, tratando dos problemas físicos.

Mais um fator que indica que a derrota por 3 a 1 para o Flamengo, no domingo, no Allianz Parque, pode ter sido a última partida do meio-campista pelo clube é a indisposição com a Mancha Alviverde. A organizada sempre exaltou o volante, mas, na segunda-feira, divulgou nota criticando-o nominalmente, inclusive deixando-o à vontade para sair do clube. O mais recente ponto de irritação foi uma foto de Gabigol com o filho do camisa 30, publicada horas antes da partida - o jogador se justificou nas redes sociais.

A reformulação preparada para 2020 também pode encurtar o futuro de Felipe Melo no clube. O presidente Mauricio Galiotte deixou claro, publicamente, a necessidade de adaptação às mudanças de futebol, e o desejo é por um estilo ofensivo e de mobilidade tática que não parece muito adequado ao que pratica o volante de 36 anos de idade.

Para completar o quadro, Felipe Melo, apesar de ter renovado o seu contrato em junho, usou suas redes sociais recentemente para lembrar sua passagem pelo Galatasaray, clube turco no qual torcedores sempre pedem sua volta, e um dos candidatos à presidência do Boca Juniors, da Argentina, já tornou público interesse nele.

Nesse quadro, Alexandre Mattos, diretor de futebol que sempre se relacionou bem com o meio-campista, não está mais no Palmeiras para segurá-lo, como ocorreu quando o volante foi afastado por desentendimento com o então técnico Cuca, em 2017. Completando os indícios de que o jogador, mesmo com contrato até o final de 2021, já pode não atuar mais pelo Palmeiras.










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também