STJD oferece transação disciplinar e Gatito terá que cumprir três partidas de suspensão no Brasileirão

LANCE!
·1 minuto de leitura


O STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) ofereceu uma transação disciplinar ao goleiro Gatito Fernández, do Botafogo. Sendo assim, o arqueiro alvinegro acatou a decisão da justiça e terá que cumprir três partidas de suspensão no Brasileirão, além de arcar com um pouco mais de R$ 26 mil pelo ressarcimento à CBF pelos danos causados ao equipamento do VAR.

Vale lembrar que ao final da partida contra o Internacional, no Nilton Santos, na qual o Glorioso foi derrotado por 2 a 0, no dia 29 de agosto, o paraguaio chutou o equipamento do VAR (árbitro de vídeo) e danificou o monitor que fica ao lado do campo para auxiliar a arbitragem. No jogo, a equipe teve dois gols anulados, o que causou a revolta de Gatito.

Nesta sexta, a transação disciplinar foi homologada pela Procuradoria, representada pelo vice-presidente administrativo do STJD, o auditor Felipe Bevilacqua. O goleiro do Botafogo havia sido denunciado por infração ao artigo 219 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) - que pune aquele que "Danificar praça de desportos, sede ou dependência de entidade de prática desportiva".

O Botafogo volta a campo na próxima segunda contra o RB Bragantino, às 20h (de Brasília), no Nilton Santos. Na zona de rebaixamento, com 20 pontos, o Glorioso necessita reencontrar o caminho das vitórias para se afastar do iminente perigo.