STJD mantém pena e Cruzeiro não terá Edilson contra o Flamengo

Edilson desfalcará o Cruzeiro mais uma vez (Foto: Vinnicius Silva/CEC)

Edilson não poderá defender o Cruzeiro diante do Flamengo. Nesta sexta-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) manteve a pena do lateral-direito, que não estará à disposição de Rogério Ceni no duelo deste sábado, às 17 horas (de Brasília), no Mineirão, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O jogador foi punido por xingar o árbitro paranaense Paulo Roberto Alves Júnior após ser expulso no empate da Raposa com o Avaí, no dia 11 de agosto, em partida do Brasileirão.


Julgado pela Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) no último dia três, Edilson foi punido com dois jogos de suspensão, mas o Cruzeiro obteve um efeito suspensivo e ele pôde atuar na goleada contra o Grêmio, no dia oito. Como o recurso foi negado, o defensor volta a ser desfalque.

Após a chegada de Rogério Ceni, Edilson perdeu espaço, atuou apenas duas vezes e acabou virando reserva de Orejuela na lateral direita. No segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil, o treinador optou por improvisar Jadson no setor ao invés de colocá-lo.

Leia também