STF pode barrar Copa América em sessão extraordinária na quinta-feira

·1 minuto de leitura

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, acolheu pedido da também integrante do órgão, ministra Carmén Lúcia, para a realização de uma sessão extraordinária da Corte que pode impedir a realização da Copa América no Brasil. O julgamento será realizado por 24, a partir da meia-noite de quinta-feira.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A solicitação se deu baseada em uma ação protocolada pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB), sendo que o Partido dos Trabalhadores (PT) também entrou com um processo. "Considerando a fundamentada excepcionalidade do caso e a expressa previsão do art. 21-B, § 4º, do RISTF e do art. 5º-B da Resolução nº 642/2019, acolho a solicitação apresentada pela eminente Ministra Relatora, para inclusão do feito em sessão virtual extraordinária do Plenário desta Corte", diz despacho de Fux.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A Copa América, inicialmente programada para ocorrer na Argentina e na Colômbia, mudou de sede na semana passada. Em um rápido movimento, o agora presidente afastado da CBF, Rogério Caboclo, articulou junto ao presidente da República, Jair Bolsonaro, a possibilidade de organizar o torneio, que, a princípio, se inicia no domingo. Especialistas em saúde criticaram a postura do governo em meio à pandemia de Covid-19.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.