Sterling deve voltar para o Qatar e reforçar a Inglaterra na reta final da Copa

Sterling tem um gol marcado nesta edição da Copa do Mundo (Foto: EFE/EPA/Neil Hall)


Sterling tem boas chances de voltar ainda nesta semana ao Qatar para seguir com a disputa da Copa do Mundo com a seleção inglesa. Ele quer ter garantias de que a sua família seguirá segura na Inglaterra, já que enquanto a noiva e os três filhos do jogador estiveram acompanhando a Copa do Mundo no Oriente Médio a residência da família foi assaltada. Joias e relógios foram levados, e o prejuízo foi em torno de 300 mil euros (R$ 1,6 milhão, na cotação atual).

A polícia de Surrey, distrito localizado na região metropolitana de Londres no qual a residência do atleta está situada, está investigando a situação. Dois suspeitos já foram presos preventivamente, o que deixou o atacante inglês mais tranquilo. Outros moradores do condomínio acreditam que o assalto foi planejado e tem envolvimento de empreiteiros e profissionais que realizavam obras na casa do atacante. Eles teriam acesso às senhas e acessos. O medo, então, é que essas pessoas retornem, dessa vez com a noiva e os três filhos do jogador presentes.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

+ Saiba quando será cada jogo das quartas de final da Copa do Mundo 2022

Sterling se programa para voltar ao Qatar nesta quinta-feira (8). Ele deseja ficar à disposição do técnico Gareth Southgate para o duelo contra a França, neste sábado (10), pelas quartas de final da Copa do Mundo. Um voo sem escala entre Londres e Doha costuma demorar seis horas, além das três de diferença do fuso horário - com o Qatar estando à frente da Inglaterra. Com isso, as chances são pequenas do atacante participar do penúltimo treinamento do elenco inglês antes de encarar a seleção francesa.

Tudo correndo dentro do planejado por Sterling, ele deve fazer um treinamento na sexta-feira (9), véspera do confronto diante da França, e, assim, ficar somente no banco de reservas no jogo. Além da ausência em boa parte dos treinamentos e a forte emoção passada nos últimos dias, o atleta do Chelsea foi passado pelo jovem Phil Foden na preferência da comissão técnica. O jogador de 22 anos e que atua no Manchester City marcou um gol e deu duas assistências nos últimos dois jogos.