Stephanie Koyama é ouro e Brasil estreia com cinco medalhas em Tbilisi

O primeiro dia de competição no Grand Prix de judô de Tbilisi, na Geórgia, foi muito bom para a Seleção Brasileira. Dos seis judocas a lutarem nesta sexta-feira, cinco levaram medalhas, com destaque para a jovem Stephanie Koyama, que levou seu segundo ouro seguido pelo Brasil no circuito, e para a medalhista olímpica Rafaela Silva, prata no tatame georgiano.

Na grande decisão da categoria ligeiro (até 48 kg), Stephanie venceu a forte ucraniana Maryna Cherniak, favorita ao ouro. No começo de março, a jovem brasileira também bateu Cherniak na segunda rodada do Grand Slam de Baku, onde viria a conquistar seu primeiro ouro de grande relevância para o circuito.

Já no peso leve (até 57 kg), a campeã olímpica Rafaela Silva, eleita nesta quarta-feira a atleta do ano de 2016 por eleição do Time Brasil, chegou à final, mas não conseguiu defender seu título em Tbilisi e acabou perdendo para a russa Irina Zabludina.

No meio leve (até 52 kg), o Brasil também foi bem representado por Érika Miranda. Campeã Pan-Americana e vice-campeã mundial, a brasiliense só foi derrotada na final pela francesa Amandine Buchard, levando mais uma prata para o país.

Pela chave masculina do torneio, duas medalhas de bronze: Charles Chibana (até 66 kg), perdeu na semi para o atleta da casa Lasha Giunashvili e garantiu o terceiro lugar ao derrotar Matej Poliak, da Eslovênia. Já nos 60 kg, Phelipe Pelim perdeu nas quartas de final, mas foi bem na repescagem e venceu Mukhriddin Tilovov, do Uzbequistão, para garantir o bronze. Apenas Daniel Cargnin, da categoria de Chibana, não subiu ao pódio nesta sexta.

Com as cinco medalhas (um ouro, duas pratas e dois bronzes), o Brasil encerrou o primeiro dia de competições em Tbilisi na segunda colocação do quadro geral, atrás apenas dos donos da casa, que conquistaram dois ouros e uma prata. A Seleção Brasileira ainda terá nove nomes no torneio georgiano.

Confira os confrontos de sábado e domingo no Grand Prix:

Sábado

Victor Penalbar x João Martinho(POR) ou Nugzari Tatalashvili(GEO) – (81kg)

Mariana Silva x Kamila Badurova(RUS) – (63kg)

Yanka Pascoalino x Diana Dzhigaros(RUS) – (63kg)

Maria Portela x Natascha Ausma(HOL) ou Alessandra Prosdocimo(ITA) – (70kg)

Domingo

Gustavo Assis x Eyale Le Beau(RDC) ou Shakhzodbek Sabirov(UZB) – (90kg)

Rafael Buzacarini x Viktor Demyanenko(CAZ) – (100kg)

Luciano Corrêa x Iasoni Nemsadze(GEO) ou Maksat Issagabylov(CAZ) – (100kg)

David Moura x Juhan Mettis(EST) ou Guga Kibordzalidze(GEO) – (+100kg)

Maria Suelen Altheman x Mercedesz Szigetvari(HUN) – (+78kg)