Stephanie Gilmore é heptacampeã do WCT e brasileira vai às quartas

Stepanhie Gilmore venceu pela sétima vez o Circuito Mundial de Surf (WSL/Kelly Cestari)

Stephanie Gilmore é heptacampeã do WCT e brasileira vai às quartas

Stepanhie Gilmore venceu pela sétima vez o Circuito Mundial de Surf (WSL/Kelly Cestari)


A australiana Staphanie Gilmore colocou mais um troféu em sua galeria na última segunda-feira. A surfista conquistou mais um título do Circuito Mundial de Surfe em Maui, no Havaí. A heptacampeã conseguiu o feito após a concorrente Lakey Peterson ser eliminada no segundo round da etapa, e não pode ser mais alcançada por nenhuma outra competidora.

Aos 30 anos, a australiana igualou a marca da compatriota Layne Beachley, que também teve sete títulos até encerrar a carreira em 2006. Gilmore começou sua trajetória vitoriosa em 2007 quando, conquistou seu primeiro WCT. A surfista também foi campeã do torneio nos anos de 2008, 2009, 2010, 2012, 2014 e agora em 2018.

- É uma honra para mim estar ao lado da Layne. Ela tem sido uma grande inspiração de toda a minha carreira e certamente para muitas surfistas no mundo todo, então igualar um recorde dela é incrível e muito especial para mim. Eu vou curtir ter sete títulos também, isso é muito, muito legal. - comentou Stephanie após o título.



Nesta temporada do Circuito Mundial, Gilmore venceu as etapas de Bells Beach, na Austrália; de Saquarema, no Brasil; e Jeffreys Bays, na África do Sul. Na etapa atual, no Havaí, a australiana ainda segue na disputa e pode levar mais uma etapa. Nas quartas de final, a heptacampeã enfrenta a francesa Johanne Defay.

- Eu estava muito nervosa, foi uma bateria intensa, a Alana Blanchard conseguiu vencer e eu não podia acreditar que já era campeã. Eu só quero agradecer a todos meus amigos, minha família, a Roxy e todos que me apoiaram na minha carreira até agora e a WSL por tudo que tem feito por nós, para as mulheres, é inacreditável. - emendou a australiana.

Tati Weston-Webb nas quartas de final

Atualmente no terceiro lugar do WCT de 2018, a brasileira está nas quartas de final em Maui. A surfista de 22 anos venceu suas primeiras baterias e bateu as australianas Paige Hareb e Niki Van Dijk no última round na segunda-feira. Agora, Tati enfrenta a estadunidense Courtney Colongue visando uma vaga nas semis da etapa do Havaí.




Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também