Startup de compartilhamento de música Byta recebe US$ 1,9 milhão

Yahoo Finanças
O músico Scott Kannberg (à direita), do Pavement, é também um dos investidores da Byta. Na foto, ele se apresenta durante show em Austin, Texas. (Foto: Scott Dudelson/WireImage)
O músico Scott Kannberg (à direita), do Pavement, é também um dos investidores da Byta. Na foto, ele se apresenta durante show em Austin, Texas. (Foto: Scott Dudelson/WireImage)

A startup inglesa Byta, um serviço digital de troca de arquivos de música com sede em Londres, acaba de anunciar em seu blog a conclusão de um negócio para receber investimento de US$ 1,9 milhão de um fundo canadense – o Canada Media Fund – e de outros investidores privados. Entre eles, o músico americano Scott Kannberg, mais conhecido por ser um dos fundadores da banda de rock alternativo Pavement.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Finanças no Google News

O foco da Byta é permitir que artistas enviem arquivos de áudio privados com suas músicas para outras pessoas – gravadoras e outros artistas, por exemplo – antes de eles serem publicados na internet. A empresa se auto-intitula "a plataforma para escutar música antes de ela chegar aos serviços de streaming”.

Leia também

Kannberg, que conheceu o serviço como um usuário, explica o que motivou seu investimento: “Nos velhos tempos, eu compartilharia minha música com outras pessoas via fitas cassete ou CDR. Levaria horas e muito correio. Hoje, com a Byta, eu consigo compartilhar minha música com colegas de banda, selos, promotores, escritores, DJs, com um clique.”

O dinheiro será utilizado para viabilizar e expandir as operações da empresa, fundada em 2015 pelo empreendedor e veterano da indústria musical Marc Brown, atual CEO. O plano da startup é preencher uma lacuna no mercado, a de um serviço que viabilize o compartilhamento privado de arquivos de música de forma segura, rápida, e com atenção ao mobile.

A Byta explica em seu site que tem como foco desde músicos e produtores caseiros até artistas envolvidos com grandes gravadoras e contratos de peso. Para isso, oferece múltiplas possibilidades de planos de assinaturas, desde o mais simples, que é gratuito. 

Depois de cadastrado, o usuário pode fazer o upload de seus arquivos musicais, que são mantidos em modo privado, mas disponíveis para serem compartilhados com outras pessoas através da plataforma, que oferece ainda ferramentas de análise de audiência, para que o artista consiga monitorar o desempenho do seu produto.

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também