TOP 10: As maiores viradas de 2012 (7º lugar)

Nesta quarta-feira, nove gols e uma virada emocionante. Tudo isso, em duelo que começou em um caldeirão às duas da tarde

Marcelo comemora um dos cinco gols marcados pelo Atlético-PR sobre o América-MG (Foto: Site Oficial do Atlético Paranaense).
.

Exibir foto

7ª - Atlético-PR 5x4 América-MG – Angústia no Ecoestádio

O Furacão demorou a passar, mas quando chegou veio com tudo e arrastou a toca do coelho para Minas Gerais. No dia seis de outubro, pela 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, nove vezes a bola encontrou o caminho da rede. No fim, Atlético Paranaense 5 a 4 sobre o América-MG. Virada espetacular, mas que fez o torcedor da casa sofrer durante quase os noventa minutos. Pelo menos, no fim, o veterano e maior artilheiro em edições da era dos pontos corridos do Brasileirão, Paulo Baier, decretou a vitória do clube rubro-negro paranaense.

Para começar o drama, o jogo começou às duas da tarde, com o tradicional horário de verão. O sol constante fazia o calor ser intenso e o time do Atlético parece que entrou desmotivado com esse fator. O América Mineiro iniciou a partida no ataque e aos cinco minutos foi premiado pela ofensividade imposta na casa do adversário. Após falta dura sofrida na linha de fundo, a equipe alviverde cobrou rápido e curtinho e levantou a bola na área. A zaga pipocou e o atacante Alessandro mandou para dentro do gol de Weverton. Com o gol, o Atlético partiu para cima e aos 21 minutos Marcelo arranjou um pênalti dentro área. O camisa dez Elias cobrou e deixou tudo igual. No entanto, o Coelho achou que o vento do Furacão não metia medo e foi para cima. Oito minutos depois mais um pênalti, mas para os visitantes. Alessandro chutou forte e rasteiro, marcou seu segundo tento no jogo e recolocou a equipe de Mauro Fernandes na frente.

O calor, que parecia ser um problema, passou a ser desconsiderado pelas duas equipes. O Furacão voltou a ser ofensivo e aos 38 minutos quem fez calor foi o torcedor atleticano. Depois de um chute forte de João Paulo explodir na trave, Marcelo foi oportunista e igualou o marcador no rebote. Quando o primeiro tempo já era considerado encerrado, o América descolou um contra-ataque e o veterano atacante Fábio Júnior tocou na saída de Weverton. 3 a 2. Era a terceira vez que o Atlético Paranaense ficava atrás no placar. Fim do primeiro tempo. Descanso para os dois times que chegavam ao fim dos 45 minutos iniciais por volta das três da tarde.

VEJA MAIS:

- TOP 10: As maiores viradas de 2012 (10º lugar)

- TOP 10: As maiores viradas de 2012 (9º lugar)

- TOP 10: As maiores viradas de 2012 (8º lugar)

Na volta do intervalo, Paulo Baier voltou a campo para reverter o placar. Logo aos 38 segundos ele já se mostrou importante. Após bola enfiada por Wellington Saci, Baier encontrou Marcão e o atacante recolocou o Furacão mais uma vez com o sopro forte na partida. O América-MG desmoronou. Aos 12 minutos, Marcelo recebeu dentro da área, livre, dominou e chutou com tranquilidade e força para bater Neneca. Virada que fazia o torcedor esquecer como o Ecoestádio estava quente. O único calor que importava era o caldeirão que empolgava e assustava o adversário. Apesar da euforia, o time americano encontrou forças aos 31 minutos da etapa derradeira para tentar evitar a derrota. Um jogador caído fez a zaga atleticana parar. O Rubro-Negro reclamava de um lance irregular, mas Fábio Júnior não tinha nada haver com isso. O matador recebeu em condição legal e só girou para deixar tudo igual. A comemoração foi simplória. A impressão era que o calor acabaria com as forças do Coelho.


João Paulo cometeu lance bobo, levou o segundo amarelo e foi se refrescar no chuveiro mais cedo. A torcida ficou impaciente com razão. Depois de sofrer em grande parte do duelo, o time cedeu o empate e agora corria um enorme risco de ser derrotado, já que tinha menos um no campo do Ecoestádio. O treinador do Atlético-PR, Ricardo Drubscky, tentou corresponder a angústia do torcedor e foi para o tudo ou nada. O camisa dez Elias em duas oportunidades quase marcou, mas o destino estava selado para o verdadeiro cérebro do time e maestro concluir. Já com quatro minutos de acréscimo, com o apito próximo de ser soado, depois de Elias castigar o goleiro Neneca, Paulo Baier aproveitou a sobra e completou de carrinho. 5 a 4 e fim de jogo. Era a consagração do time e do torcedor, que enfrentaram o forte rival e calor, tiveram uma grande recuperação, viraram o duelo e presentearam o clube Atlético Paranaense com a vitória.
Exibir comentários (0)
  • Em casa, Novorizontino supera União Barbarense e se garante no G4

    O Novorizontino terminou a 17ª e antepenúltima rodada do Campeonato Paulista da Série A2 na zona de acesso à elite. Atuando em casa, no estádio Jorge Ismael de Biasi, o Tigre recebeu o União Barbarense e venceu por 2 a 1. Os gols que garantiram o triunfo mandante foram anotados pelo camisa 10 Rayllan, um deles cobrando pênalti - Felipe Mateus descontou. Mais »

    Gazeta Press - 1 hora 2 minutos atrás
  • Com Mineirinho na disputa, decisões voltam a ser adiadas em Margaret River

    Depois de um bom início com quatro dias consecutivos de competição em águas australianas, a terceira etapa do Circuito Mundial de Surfe teve suas competições adiadas pelo segundo dia seguido. As semifinais masculinas, que têm presença do brasileiro Adriano de Souza (Mineirinho) e as quartas de final femininas voltaram a ser canceladas nesta segunda-feira por causa do pouco movimento do mar em Margaret River. Mais »

    Gazeta Press - 1 hora 12 minutos atrás
  • Atuando com Zidane, Ronaldo marca 3 e se destaca em amistoso beneficente

    O estádio Geoffroy-Guichard foi palco de um amistoso histórico na tarde desta segunda-feira. Com o objetivo de arrecadar fundos às vítimas do vírus ebola, o Programa de Desenvolvimento da Onu montou uma verdadeira seleção - capitaneada por Ronaldo e Zidane - para enfrentar uma formação de estrelas do Saint-Étienne, time francês dono da casa. O Fenômeno marcou três vezes, mas não evitou a derrota de sua equipe por 9 a 7. Foi a 12ª edição da iniciativa futebolística contra a pobreza. Mais »

    Gazeta Press - 1 hora 20 minutos atrás
  • Jogando em casa, Guarapuava faz 4 a 0 na Krona Futsal

    Um grande entre dois campeões estaduais abriu a 3ª rodada da Liga Nacional de Futsal. Jogando em casa, no Ginásio Joaquim Prestes, o Guarapuava sobrou em quadra e venceu o Krona Futsal por 4 a 0. Os gols da equipe mandante foram marcados por André Maluko (duas vezes), Giovanni e pelo goleiro Roncaglio. Pelo lado tricolor, um dos principais destaques foi o goleiro Djony, que teve grande atuação, mas não conseguiu evitar a goleada. Mais »

    Gazeta Press - 1 hora 39 minutos atrás
  • De volta da folga, Luciano Gusso recomeça montagem no Paraná

    A folga de uma semana dada ao elenco do Paraná Clube chegou ao fim. A partir de agora, o foco é total na partida de quinta-feira, diante do Jacuipense, pela Copa do Brasil, na Vila Capanema. E, para garantir a vaga para a próxima fase, o técnico Luciano Gusso terá que quebrar a cabeça para montar a equipe. Mais »

    Gazeta Press - 1 hora 54 minutos atrás