Andrés Sanches explica a demissão de Mano Menezes: 'Fui voto vencido'

Andrés Sanches sempre apoiou a permanência de Mano Menezes na Seleção

Após o anúncio, na tarde desta sexta-feira, da demissão do técnico Mano Menezes da Seleção Brasileira, Andrés Sanches, diretor de seleções da CBF, explicou, em entrevista coletiva na sede da Federação Paulista de Futebol, os motivos que levaram à destituição de Mano.

Segundo Sanches, a decisão foi tomada em uma reunião entre ele, José Maria Marín, presidente da CBF, e Marco Polo Del Nero, presidente da FPF, e o diretor de seleções foi voto vencido.

"O presidente Marín entendeu que, a partir da nova temporada, era preciso outros critérios, outros métodos, novas tecnologias, e temos que repeitar a decisão dele. Fui voto vencido. Eu entendia que o Mano deveria continuar até 2014", explicou o dirigente, acrescentando que o novo treinador será anunciado nos primeiros dias de janeiro, assim como toda a comissão técnica, demitida juntamente com Mano.

"Nos primeiros 10 dias de janeiro serão anunciados o novo treinador e a nova estrutura. A Seleção Brasileira é tudo: estrutura, logística, locomoção... Não é só treinamento e convocação. O Mano fez um bom trabalho. Ele teve dificuldades, momentos difíceis, até pela geração, mas estava em uma ascendência. A demissão não foi motivada por resultados", declarou Sanches.

Contrário à demissão de Mano, Andrés Sanches disse respeitar a decisão de Marín.

"Venho há meses defendendo a continuidade do trabalho, independentemente do treinador. Não estou frustrado. Respeito e entendo os argumentos apresentados, mas acho que foi uma quebra de trabalho. Acho que não era o momento. Temos 80, 85% da base da Seleção já definida. Agora vai depender do novo treinador", comentou.

Sanchez, que se disse "pessoalmente contra um técnico estrangeiro" à frente da Seleção, não quis adiantar nomes de possíveis substitutos de Mano, mas deixou a entender que não haverá surpresas:

"O próximo técnico será decidido dentro de seis ou sete nomes que vocês (imprensa) já estão especulando, não vai fugir disso".

Confira parte da coletiva de Andrés Sanches no programa Dois Toques, na TV Esporte Interativo: