Retrospectiva 2012: jovens ganham espaço na Fórmula 1

Novos pilotos agradaram e vão seguir na categoria em 2013

Franceses debutaram este ano como pilotos principais.
.

Exibir foto

A caminhada para se tornar um piloto da principal categoria do automobilismo mundial é longa e complicada. Muitos passam a vida sonhando com um lugar no grid da Fórmula 1 e quando finalmente o sonho é realizado, é preciso se manter em alto nível. Em 2012, dois pilotos estrearam na categoria: os franceses Jean-Éric Vergne e Charles Pic.

Veja mais:
Retrospectiva 2012: ano fraco para os brasileiros no automobilismo
Sebastian Vettel: campeão previsível num ano imprevisível
Confira a situação das equipes da Fórmula 1 para o ano que vem

Advindo da Fórmula Renault 3.5, Vergne chegou a participar dos treinos livres na Coreia do Sul, em Abu Dhabi e no Brasil durante a temporada de 2011, quando era piloto de testes da Toro Rosso. Em 2012, o jovem de 22 anos foi alçado ao posto de piloto principal e agradou aos diretores da escuderia italiana, acertando sua permanência para a temporada que vem.

Enquanto Vergne pontou em quatro das vinte corridas do ano, o outro estreante, Charles Pic, não conseguiu terminar uma prova na zona de pontuação em nenhuma vez. Em 2011, o francês disputou a GP2 e terminou o campeonato na quarta posição, o que foi suficiente para levá-lo a um acerto com a Marussia, antiga Virgin Racing. Mesmo sem um grande desempenho, Pic chamou atenção da Caterham e trocou de equipe para 2013.

Já Daniel Ricciardo, companheiro de Vergne na Toro Rosso, participou da maior parte da temporada de 2011, mas foi somente neste ano que o australiano disputou uma temporada completa. Ricciardo, de 23 anos, também renovou para 2013.

No entanto, o jovem mais bem-sucedido na Fórmula 1 em 2012 chama-se Sergio Pérez. O mexicano de 22 anos, que corre na categoria desde o ano passado, conquistou três pódios pela Sauber, terminou em décimo na classificação geral e fechou o ano como mais novo contratado da McLaren para 2013, substituindo o campeão de 2008 e xodó da escuderia, Lewis Hamilton.

Lamentamos que você não tenha gostado deste comentário. Informe um motivo abaixo.

Tem certeza?
Classificação falhou. Tente novamente.
Falha na solicitação. Tente novamente.
Promoveremos comentários construtivos e espirituosos para aparecerem primeiro, todo mundo vai vê-los!
Lamentamos, mas não é possível carregar comentários no momento. Tente novamente.