Messi quebra mais um recorde e já é o segundo maior artilheiro da Liga dos Campeões

Com os dois gols contra o Spartak, argentino alcançou marca histórica que já durava 103 anos

Com 56 gols, Messi é o segundo maior artilheiro da história da Liga, ao lado do holandês Van Nistelrooy
.

Exibir foto

Com 56 gols, Messi é o segundo maior artilheiro da história da Liga, ao lado do holandês Van Nistelrooy

A máquina Lionel Messi não se cansa de quebrar recordes. Nessa terça-feira o argentino se igualou ao holandês Van Nistelrooy na vice-liderança dos maiores artilheiros da Liga dos Campeões de todos os tempos. Com os dois gols marcados contra o Spartak Moscow, Messi chegou a 56 gols na Liga, 15 a menos que o espanhol Raúl, maior artilheiro da competição.

Com show de Messi e golaço de D.Alves Barcelona goleia SpartakVeja os gols da vitória por 3 x 0 na Espanha.

Com show de Messi e golaço de D.Alves Barcelona goleia SpartakVeja os gols da vitória por 3 x 0 na Espanha.


O atacante do Barça já é o jogador que mais vezes foi artilheiro da Liga dos Campeões. Nas últimas quatro edições Messi liderou a lista dos melhores marcadores do continente. Na temporada passada, outra marca histórica: cinco gols nas oitavas de final, contra o Bayer Leverkusen. Nunca um jogador havia marcado tantos gols num só jogo pelo torneio europeu.

Além disso o argentino alcançou um recorde que já durava 103 anos. Ele agora é também o maior goleador em jogos internacionais numa só temporada, ao lado do inglês Vivian Woordward, autor de 25 gols em 1909.

Recentemente Messi conseguiu a façanha de ultrapassar Pelé em números de gols num único ano. Contra o Mallorca, La Pulga chegou aos 76 gols um a mais que o Rei do Futebol havia feito em 1959. Atualizando as contas, com os 2 gols marcados na última rodada do espanhol contra o Zaragoza e os outros 2 na vitória sobre o Spartak, Messi já atingiu a casa dos 80 no ano. Mas, apesar do número, ele ainda não é o recordista absoluto de gols em um ano. O dono da marca é o alemão Gerd Muller, que balançou as redes 85 vezes em 1972 pelo Bayern de Munique e seleção alemã.

Se mantiver o ritmo e a média de gols por jogo, é questão de tempo para que o argentino aumente sua coleção de marcas históricas. Quem será capaz de parar o argentino? Os recordistas que se cuidem.
Exibir comentários (2)
Os sites do Yahoo Esportes e do Esporte Interativo agora estão separados. Por favor, escolha qual deseja acessar:
  • Napoli procura Tévez para substituir Higuain

    Napoli procura Tévez para substituir Higuain

    Atacante do Boca Juniors pode reforçar o time de Nápoles. Carlos Bacca também é especulado Mais »

    Goal.com - 7 minutos atrás
  • Ídolo do Manchester United, Paul Scholes questiona valor de Pogba

      A possível ida de Paul Pogba para o Manchester United, naquela que seria a maior transação da história do futebol mundial divide opiniões, principalmente com relação aos valores envolvidos. Ídolo dos Red Devils, Paul Scholes, atualmente auxiliar técnico de José Mourinho, questionou o preço a ser pago pelo meio-campo francês, comparando-o com Messi e […] Mais »

    Gazeta Press - 19 minutos atrás
  • Especulado no Arsenal, Mahrez ficará no Leicester, garante técnico

      Campeão do Campeonato Inglês na última temporada e eleito o melhor jogador da competição, Riyad Mahrez permanecerá no Leicester, garantiu o técnico da equipe Claudio Ranieri. O treinador italiano destacou a felicidade do jogador no time e ressaltou que seria melhor para o meia ficar nos Foxes do que ir para um grande clube […] Mais »

    Gazeta Press - 49 minutos atrás
  • Camisas de Higuaín são destruídas após ida para a Juventus

    A transferência de Gonzalo Higuaín para a Juventus não foi bem digerida pela torcida do Napoli. Horas depois do anúncio da saída do atacante argentino, consumada no último sábado, torcedores do clube do sul da Itália divulgaram na internet imagens em que aparecem destruindo camisas do jogador. Em um vídeo publicado no Youtube, um homem […] Mais »

    Gazeta Press - 51 minutos atrás
  • Rodrigo Caio mira ouro olímpico para reconquistar torcida pela Seleção

    A relação da torcida com a Seleção Brasileira, abalada pela derrota por 7 a 1 diante da Alemanha na semifinal da Copa do Mundo 2014, já foi mais estreita. Com os Jogos Olímpicos 2016 no Rio de Janeiro, Rodrigo Caio pensa em recuperar o moral do time canarinho. “Sabemos que precisamos ganhar a torcida novamente […] Mais »

    Gazeta Press - 52 minutos atrás