Libertadores: conheça o caminho do Fluminense

Tricolor pode pegar o carrasco LDU na primeira fase da do torneio

Fluminense
.

Exibir foto

O Fluminense já começa a se preparar para superar um trauma recente. Cabeça-de-chave do Grupo 8 na primeira fase da Copa Libertadores 2013, torneio que é o objetivo primordial do time na próxima temporada, o campeão brasileiro poderá enfrentar seu grande carrasco dos últimos anos, a LDU.  A equipe equatoriana, no entanto, ainda terá de passar pelo Grêmio na fase de Pré-Libertadores, antes de enfrentar Flu, Deportivo Huachipato, campeão chileno, e Caracas, da Venezuela.

Veja também:
- 'Ocupação 41' é ação de marketing do Fluminense
- Santos está próximo de acertar com Cícero e Nenê
- Grêmio faz proposta por Vargas e caminha para acerto com Napoli

Após vencer o Brasileiro pela segunda vez em três anos, o Fluminense já estabeleceu a Libertadores como seu grande objetivo em 2013. O Tricolor bateu na trave em 2008, quando chegou à final da competição sul-americana, mas foi derrotado na final, nos pênaltis, em pleno Maracanã, para uma então desconhecida LDU. No ano seguinte, a equipe do Equador bateu o time carioca em outra decisão, a da Sul-Americana.

Caso o Grêmio vença o confronto com a LDU na fase preliminar, os Tricolores gaúcho e carioca serão adversários no Grupo 8. Nos dois encontros entre ambos no Brasileirão 2012, um empate e uma vitória do Grêmio.

Os outros componentes do Grupo 8 são Deportivo Huachipato e Caracas. A equipe chilena conquistou o Clausura de 2012 depois de um jejum de 38 anos, e sua última participação na Libertadores data de 1975. Na ocasião, o time terminou sua campanha no Grupo 2 na segunda colocação, com duas vitórias, dois empates e duas derrotas, mas, àquela época, apenas o líder da chave passava adiante, e o também chileno Unión Española se classificou aos triangulares de semifinal.

Já o Caracas soma 12 participações no torneio sul-americano nos últimos 19 anos. Vice-campeão do Apertura venezuelano em 2012, o time foi eliminado na fase da pré-Libertadores este ano, após ser goleado por 4 a 0 pelo Nacional, do Uruguai. A melhor campanha do Caracas na competição foi em 2009, quando caiu nas quartas-de-final pelo Grêmio, após empate em 1 a 1 na Venezuela e uma partida sem gols no Olímpico.

Lamentamos que você não tenha gostado deste comentário. Informe um motivo abaixo.

Tem certeza?
Classificação falhou. Tente novamente.
Falha na solicitação. Tente novamente.
Promoveremos comentários construtivos e espirituosos para aparecerem primeiro, todo mundo vai vê-los!
Lamentamos, mas não é possível carregar comentários no momento. Tente novamente.
    Os sites do Yahoo Esportes e do Esporte Interativo agora estão separados. Por favor, escolha qual deseja acessar: