Sport recebe o Brasil de Pelotas em busca do G4 da Série B

Gazeta Press

Na noite desta segunda-feira, Sport e Brasil de Pelotas abrem a 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. As duas equipes se enfrentam às 20h (de Brasília), na Ilha do Retiro, em Recife. Enquanto o Leão busca o triunfo para saltar na classificação e possivelmente entrar no G4, o Xavante joga para alcançar a primeira metade da tabela e se afastar das últimas posições.

No momento, os pernambucanos ocupam a oitava colocação com 17 pontos, mesmo número de Botafogo-SP, Londrina e Figueirense, que levam vantagem sobre o rubro-negro nos critérios de desempate. Os gaúchos, por sua vez, estão no 12º lugar, somando 12 pontos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Brasil de Pelotas busca primeiro triunfo sob o comando de Bolívar (Foto: Reprodução/Twitter)

Já o Brasil de Pelotas vem de derrota para o Paraná, no Estádio Bento Freitas, e tenta se recuperar contra os pernambucanos. A última rodada marcou a estreia do técnico Bolívar, que assumiu o Xavante após a saída de Rogério Zimmermann.

O revés contra os paranaenses agravou o período instável que vive o clube gaúcho. A equipe rubro-negra sofre com atrasos salariais, motivo que levou o ex-treinador a pedir demissão e encerrar sua quarta passagem pelo Brasil de Pelotas.

Atualmente, o Xavante soma quatro vitórias, seis derrotas e nenhum empate em dez partidas no Brasileirão. Jogando fora de casa, o time de Pelotas conseguiu vencer dois jogos de quatro disputados na Série B deste ano.

FICHA TÉCNICA

SPORT X BRASIL DE PELOTAS

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)

Data: 22 de julho de 2019, segunda-feira

Horário: 20h (de Brasília)

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)

Assistentes: Daniel Luis Marques (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Sport: Mailson; Norberto, Rafael Thyere, Adryelson e Guilherme Lazaroni; Yago, Charles (Ronaldo) e Guilherme; Ezequiel, Hyuri (Yan) e Hernane Brocador.

Técnico: Guto Ferreira

Brasil de Pelotas: Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Bruno Aguiar, Leandro Camilo e Leandro Leite; Sousa, Carlos Jatobá e Washington; Rafael Grampola, Bruno Paulo e Branquinho.

Técnico: Bolívar

Leia também