Sport ganha tempo para saldar dívida em caso André

Futebol Latino
LANCE!


Apesar de todos os problemas financeiros e de ritmo de jogo que a pandemia do novo coronavírus tem causado a diversos clubes do mundo, na questão de quitação de débitos equipes como o Sport podem ter ganho mais tempo para acertarem pendências cobradas pela Fifa e outros órgãos.

Segundo declarou ao Diário de Pernambuco o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, tanto a entidade máxima do futebol mundial como a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) suspenderam os prazos referentes a esse tipo de obrigação dado o panorama:

- A CBF e a Fifa, corretamente, deram uma pausa nas obrigações dos prazos. É uma resolução que não é exclusivamente para o Sport. É para o mundo todo, porque de fato todos os prazos foram suspensos e as obrigações foram postergadas. Não há como responder a prazos de processos ou ter acesso às informações e juntar documentos para formalizar defesa. Então nada disso está valendo. Está tudo parado, até que se retorne à normalidade.

No caso da equipe pernambucana, a situação que também evidencia o momento delicado vivido pelo clube nas suas finanças é relacionada ao centroavante André envolvendo o Sporting-POR.

Na negociação junto ao clube de Lisboa para que o atacante chegasse a Ilha do Retiro em 2017, o Sport deixou de pagar 1,2 milhões de euros, convertido na cotação da época para R$ 4 milhões. Contudo, mediante a atualização de taxas e juros, a cobrança que teria de ser arcada pelo Rubro-Negro em situação normal até 45 dias após a determinação judicial dada em 4 de março contabiliza R$ 5,5 milhões.









Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também