Sport exerce compra de Rogério e frusta planos de Ceni no São Paulo

O Sport exerceu a prioridade de compra sobre parte dos direitos do econômicos do atacante Rogério, que era ligado ao São Paulo, e adquiriu o direito de tê-lo em definitivo até 2021. Isso aconteceu com o pagamento de R$ 3,5 milhões por 25% dos direitos do jogador. O Rubro-Negro já tinha comprado outros 25% no ano passado, por R$ 2,5 milhões. O Tricolor segue com os outros 50%. A informação foi divulgada pelo Sport em seu site oficial nesta quinta-feira.

Com a compra, o Sport frustra os planos do técnico Rogério Ceni, que esperava ter o atacante de volta ao São Paulo. Isso aconteceria se o clube pernambucano não exercesse a compra até o fim do abril, quando venceria o empréstimo do jogador. Agora, ele assinou um novo vínculo válido até 2021, com possibilidade de prorrogar por mais um.

- A contratação do Rogério mostra toda a força do Sport no mercado. Por meio de contratações pontuais estamos conseguindo montar uma equipe altamente competitiva, buscando atletas que vão se valorizar no clube e principalmente dar o retorno esportivo que a torcida espera. Rogério é um cara totalmente identificado com o torcedor, artilheiro do time na temporada, e agora além de termos um jogador de altíssimo nível, vamos dar tranquilidade para ele render ainda mais - disse Alexandre Faria, executivo do Sport.

Rogério chegou ao São Paulo em 2015, indicado pela comissão técnica do colombiano Juan Carlos Osorio. Na época, o jogador se destacou e o Tricolor comprou seus direitos por R$ 1,7 milhão no total. Ele acabou perdendo espaço no time em 2016, por desentendimento com o técnico argentino Edgardo Bauza, e pediu para ser emprestado ao Sport, no qual também obteve destaque, sendo um dos artilheiros do time.








E MAIS: