Sozinho, Palmeiras tem mais renda que Corinthians e São Paulo juntos

Quando os torcedores vão menos aos estádios e o cenário econômico do país é ruim, os clubes normalmente diminuem os preços dos ingressos, com a ideia de encher a casa e arrecadar mais dinheiro. No Palmeiras, porém, isso não ocorre, mas sim o contrário, e o time tem se dado bem com a estratégia.

VEJA TAMBÉM:
Felipão compara Renato Gaúcho e CR7 | Todos os gols de Ney pelo Brasil | Ceni avalia SP em clássicos

Em sete jogos no Allianz Parque em 2017, sendo seis pelo Paulistão e um pela Libertadores, o Verdão já arrecadou R$ 11,845 milhões, média de R$ 1,692 mi por jogo. O valor é maior que o dos rivais Corinthians e São Paulo (em 13 jogos, sendo sete do Tricolor e seis do Timão) juntos: R$ 11,840 milhões, média de R$ 911 mil.

Róger Guedes - Palmeiras x Audax - 25/03/2017

(Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

O curioso é que, além disso, o Palmeiras tem maior renda mesmo com uma média de público inferior a do São Paulo no Campeonato Paulista e apenas um pouco maior que a do Corinthians. O Verdão tem uma média de 26.714 pagantes por jogo em casa, contra 32.084 do Tricolor e 22.691 do Timão.

A explicação para isso está no valor dos ingressos. No Estadual, o valor médio do bilhete para os jogos do Alviverde é R$ 58, contra R$ 43 em 2016. Já Corinthians e São Paulo abaixaram os preços de R$ 53 para R$ 48, e R$ 37 para R$ 26, respectivamente.