Southgate diz que Inglaterra está pronta para enfrentar um País de Gales "motivado"

Southgate concede entrevista

Por Martyn Herman

DOHA (Reuters) - O técnico da Inglaterra, Gareth Southgate, sabe que o País de Gales terá "motivação adicional" quando os dois times se enfrentarem na última partida do Grupo B da Copa do Mundo na terça-feira.

A chamada Batalha da Grã-Bretanha no Estádio Ahmed bin Ali é aguardada com ansiedade em ambos os lados da fronteira e uma atmosfera de derby está garantida.

A Inglaterra, que não perde para os galeses desde 1984 e que venceu os últimos seis jogos, está praticamente classificada para as oitavas de final, exceto por uma derrota com diferença de quatro gols.

Para o País de Gales, as esperanças de classificação estão por um fio, com o destino longe de estar em suas próprias mãos, após uma dramática derrota para o Irã na sexta-feira.

O time de Rob Page precisa vencer e torcer para que a partida entre Irã e Estados Unidos empate, ou vencer a Inglaterra por uma diferença de quatro gols - algo que nunca conseguiu.

"Eles são um time orgulhoso com alguns jogadores muito bons, então esperamos que eles joguem bem e vamos nos preparar da mesma forma que preparamos para os adversários anteriores", disse Southgate a repórteres.

"Eles têm alguns jogadores de classe mundial que podem produzir momentos de brilho com seus clubes e país, eles têm bom espírito e organização e sabemos da qualidade da seleção ucraniana que eles derrotaram para chegar aqui."

"Sabemos que eles parecem ter uma motivação adicional para jogar contra a Inglaterra, pelo que eles têm dito. Temos que nos preparar para todas essas coisas, mas precisamos nos concentrar em jogar bem, que é a chave", acrescentou.

Quatro anos atrás, na Rússia, a Inglaterra venceu os dois primeiros jogos da fase de grupos e, em seguida, Southgate fez oito alterações para o confronto com a Bélgica e terminou em segundo lugar.

Southgate não fará isso novamente, pois diz que terminar na liderança do grupo é prioridade, embora tenha despistado quando perguntado se o capitão Harry Kane, que não conseguiu marcar nas duas primeiras partidas da Inglaterra, poderia ser poupado.

"Vamos escolher um time que acreditamos que pode vencer o jogo, essa é a prioridade sempre", disse Southgate. “Ele está bem em relação à pancada que teve, as pessoas vivem dizendo que é o tornozelo, mas é o pé", afirmou.

A Inglaterra começou o torneio de forma enfática, derrotando o Irã por 6 x 2, mas depois empatou em 0 x 0 com os Estados Unidos.

(Reportagem de Martyn Herman)