'Sou do tempo em que o São Paulo era tão f... na Libertadores que Estadual era apenas um troco', dispara Rizek

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O São Paulo perdeu, nesta terça-feira, para o Racing, da Argentina, e precisará vencer em seu grupo na rodada final para classificar-se à fase mata-mata da Libertadores. A decisão do argentino treinador do clube, Hernán Crespo, de poupar titulares para a final do Paulistão, nesta quinta-feira, foi criticada pelo jornalista André Rizek, do SporTV.

+ TABELAS: Confira a situação do seu clube na fase de grupos da Liberta

- Passo aqui para lembrar que sempre achei burrice escalar time reserva na Libertadores para (tentar) ser campeão paulista. Sou do tempo em que o São Paulo era tão f... que Estadual era apenas um troco, jamais prioridade. Isso é passado. Clube que prioriza regional se apequena - avaliou ele no Twitter, que finalizou:

- São Paulo tratou Estadual como se fosse Copa do Mundo. Se perder o título para o Palmeiras (favorito), aumenta o peso do tropeço - que não deveria ter peso algum. Vai jogar quinta e domingo sua “Copa do Mundo”, com os titulares. Terça, pode ter de jogar a vida na Libertadores - digitou ele. Vale lembrar que o clube vive uma seca de títulos desde 2012.

A opção do treinador Crespo foi de disputar a partida contra o Rentistas, no empate em 1 a 1, com uma equipe recheada de reservas para evitar desgastes na semifinal do Paulistão, na mesma semana. Agora na final, o técnico manteve um elenco com mais reservas na derrota por 1 a 0 para o Racing. Em jogos de ida e volta, o Tricolor enfrenta o Palmeiras na final do Estadual.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos