'Não sou monstro nem arrogante', fala Mourinho

O técnico do Manchester United, José Mourinho, em Manchester, no dia 16 de fevereiro de 2017

O português José Mourinho falou em entrevista coletiva, nesta sexta-feira (3), que não é arrogante, nem um monstro, como a imprensa às vezes descreve o técnico do Manchester United.

"Acho que o United entendeu que não sou o monstro que as pessoas acham. Não sou tão mau, nem tão arrogante, nem tão difícil para trabalhar. Pelo menos ninguém sai correndo do campo quando eu chego para o treino", explicou Mourinho.

"Acho que sou melhor do que vocês da imprensa pensam. As pessoas estão felizes em poder trabalhar comigo. A relação com os jogadores é boa e com os dirigentes não é apenas uma relação profissional. Estou feliz", acrescentou o treinador, que no sábado enfrenta o Bournemouth pela Premier League.

Mourinho aproveitou para pedir que o sueco Zlatan Ibrahimovic continue nos Diabos Vermelhos no ano que vem. O português considera o atacante fundamental na equipe.

O treinador não foi enfático da mesma maneira com Wayne Rooney, que não tem o protagonismo de outras temporadas. O Everton e clubes da Super Liga chinesa se interessaram por contar com o maior artilheiro da história do United no futuro.

"Até o final da temporada ele vai estar com a gente. Gostaria que ele estivesse aqui pra próxima temporada, mas não posso garantir isso", finalizou Mourinho.