Sormani se revolta com produção da ESPN por erro: 'Era assim em outros canais. De onde tiraram?'

LANCE!
·2 minuto de leitura


O jornalista da ESPN Brasil Fabio Sormani cornetou a direção da emissora, nesta sexta-feira, após um erro do setor que monta as artes para os programas. No "Bate-Bola Debate", Sormani não deixou barato que sua escalação para a Seleção Brasileira apenas com jogadores que atuam no Brasil estivesse com falhas.

+ Veja quando seu time entra em campo pelo estadual

Sormani se revoltou ao ver que seu lateral-direito estava errado: ao invés de Rafinha, que atuou no Brasileirão pelo Flamengo em 2020, estava Fagner, do Corinthians. Outro erro de grafia estava com o atacante Gabigol, do Flamengo. Ao ser pedido para ler sua escalação, ele fez seu protesto.

- Não, não, não. Incrível, eu não consigo me entender com a arte. Era assim em outros canais. Sempre foi assim. Eu não escrevi Gabi, escrevi Gabriel - comentou ele, que contou com a lembrança de Felippe Facincani.

- Ele gosta agora que chamem ele de Gabi - disse Facincani.

+ Sormani diz que Palmeiras só foi bi da Libertadores devido à eliminação do Flamengo e bate boca com Facincani

Sormani ESPN
Sormani ESPN

Veja a escalação que gerou a revolta de Sormani (Reprodução/ESPN)


- Ele pode gostar do que ele quiser, eu não vou escalar. Eu jamais vou chamar o Gabriel de Gabi. Não, não, não... Tá errado isso daí. Conserta essa arte aí. E outra coisa, eu não coloquei o Fagner. Dá onde vocês tiraram isso? Eu não coloquei o Fagner. Tem dó, gente. A gente passou a manhã inteira aqui pensando na seleção, e aí sai esse negócio aí. Estou sob protesto. Dá uma arrumadinha na minha seleção, rapaziada.

O climão gerado ainda contou com ironias de Celso Ulzete e do apresentador William Tavares. Tavares, inclusive, brincou que alguém da produção "não gosta" do Sormani. A escalação do jornalista conta com Weverton, do Palmeiras, Arana, do Atlético-MG, e Claudinho, do Bragantino. Veja acima!