Sonnen narra início da rivalidade com Wanderlei e revela como luta ficou em segredo

Chael Sonnen foi finalizado por Tito Ortiz no Bellator 170 - Jessica Portasio

Chael Sonnen irá liderar a primeira edição do Bellator em Nova York (EUA), justamente no famoso ginásio Madison Square Garden, no próximo dia 24 de junho. Na ocasião, o ‘Gangster Americano’ enfrentará o eterno rival Wanderlei Silva em duelo que foi tão bem escondido pela organização que até ele mesmo só ficou sabendo após o anúncio oficial da entidade.

De acordo com o americano em entrevista ao programa ‘MMA Hour’, ele, assim como os demais astros do card de número 180, assinaram contratos cegos. Ou seja, eles não faziam ideia de quem seriam os adversários e tão pouco o ginásio em que se apresentariam.

“O jeito que eles trabalham com segredo, é que ninguém sabe quem vai lutar. No dia que lutei com o Tito, o ‘King Mo’ e o ‘Rampage’ apareceram lá e anunciaram a luta deles. Falei com o King Mo e ele disse que não sabia. É a mesma coisa que fizeram com o Fedor e comigo. Contrato cego. No contrato estava uma luta até 93 kg, no dia 24 de junho em Nova York. Não me disseram com quem era e não sabia que era no Madison Square Garden”, garantiu em fala intensa e rápida.

Derrotado por Tito Ortiz em janeiro deste ano, Sonnen,próximo de completar 40 anos, revelou como sua rivalidade com o brasileiro começou. De acordo com o atleta, a postura adotada pelo próprio Wanderlei Silva garantiu o clima de animosidade entre eles. Isso porquê, depois de um primeiro encontro amigável em que chegaram a treinar juntos, o ‘Cachorro Louco’ optou por quebrar qualquer chance de cordialidade.

“Estávamos fazendo uma promoção para o UFC e passamos o dia juntos. E quando estávamos na van, de alguma maneira ele levou seu próprio cinegrafista e começou a falar coisas para mim. Que se eu falasse besteira no Brasil eu perderia os dentes. […] Foi estranho. Atingiu meu ego também”, afirmou.

Parecendo surpreender o rival, Wanderlei ligou para o programa e, ao vivo, prometeu disposição para nocauteá-lo. Questionado sobre o início da rivalidade ou sobre a confusão que travaram durante as gravações da terceira temporada do TUF Brasil, o brasileiro focou em mandar uma mensagem para o rival americano.

“Você fala como um perdedor. Não somos amigos, você sabe que temos problemas. Vá se danar. Vamos lutar e resolver isso. Quero acabar com você. No dia 24 de junho você terá seu dia”, finalizou.