Son tem lado "bad boy" e acumula lances duros no Tottenham; veja

Atacante coreano foi expulso três vezes em 2019, todos por revidar após cometer ou sofrer falta
Atacante coreano foi expulso três vezes em 2019, todos por revidar após cometer ou sofrer falta

Conhecido pelas suas jogadas rápidas e gols em momentos importantes para o Tottenham, Son vai chegando ao fim de 2019 com fama de "bad boy". Isso porque, se até então nunca havia levado cartão vermelho em sua carreira, durante todo o ano, o coreano foi expulso três vezes sempre após cometer ou sofrer alguma falta e buscar o revide.

Em maio, na temporada 2018/19 da Premier League, o coreano recebeu o cartão vermelho na derrota contra o Bournemouth após empurrar e chutar Lerma em lance que havia cometido falta.

Já em novembro, pela atual temporada, ele acertou um carrinho violento no português André Gomes, do Everton, que acabou fraturando a perna em lance de imagem forte. O coreano ficou visivelmente abalado com o lance e foi expulso. O Tottenham recorreu da suspensão e a FA acatou o pedido, alegando que Son não teve culpa na fratura de Gomes, que ainda se chocou com Aurier antes de cair sem condições de jogo.

E ainda neste domingo (22), o coreano mais uma vez perdeu a cabeça na derrota para o Chelsea, no Tottenham Stadium. No segundo tempo, Son dividiu bola com Rudiger e, irritado, deixou a perna no abdômen do zagueiro. A arbitragem, com auxílio do VAR, aplicou o vermelho a Son, que deixou o campo inconformado.

Três casos em apenas um ano. Reincidências na carreira de um jogador que, até então, nunca havia sido suspenso por um cartão vermelho. O que acontece com Son? 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também