Son precisa de tempo para se adaptar novamente, diz Bento após empate com Uruguai

Son precisa de tempo para se adaptar novamente, diz Bento após empate com Uruguai

Por Manasi Pathak

AL RAYYAN, Catar (Reuters) - O capitão da seleção da Coreia do Sul, Son Heung-min, precisará de tempo para se readaptar após ser submetido a uma cirurgia para estabilizar uma fratura em torno do olho esquerdo, disse o treinador da equipe, Paulo Bento, depois do empate sem gols com o Uruguai na estreia do time na Copa do Mundo, nesta quinta-feira.

Son, que jogou com uma máscara preta de proteção, liderou o ataque sul-coreano, mas não teve muito impacto, uma vez que a equipe não acertou nenhuma finalização no gol adversário.

Bento disse que o jogador de 30 anos, que se machucou durante jogo do Tottenham Hotspur contra o Olympique de Marselha pela Liga dos Campeões este mês, foi confirmado no time apenas nos últimos dias.

"Son é um jogador que, até sua lesão, teve ritmo contínuo e bom desempenho", disse Bento sobre Son, que fez cinco gols e deu duas assistências para o Spurs nesta temporada antes da Copa do Mundo.

"Ele teve uma lesão grave, ele ficou inativo por um tempo considerável. Ele entrou para a equipe somente nos últimos dias. Depois de uma lesão e de estar exposto a jogos mais agressivos, é natural que ele dê algum passo para se readaptar".

Bento disse que a Coreia do Sul teve um primeiro tempo melhor do que o segundo, quando a equipe do Uruguai, que inclui o veterano atacante Luis Suárez e Darwin Nuñez, do Liverpool, foi superior.

"Acredito que foi uma grande partida em geral, uma partida muito competitiva com um nível de jogo muito alto. Duas equipes que se respeitavam", disse.

"Sabíamos que seria um jogo difícil, conhecíamos a qualidade de nossos adversários. Eles têm jogadores que são muito evoluídos tecnicamente, muito bons fisicamente e muito experientes. Esta foi uma partida muito boa do nosso lado", acrescentou.

"Estávamos sofrendo um pouco porque eles são jogadores de muito alta qualidade... mas concedíamos muito pouco a nossos adversários".