[Opinião] Manchester United na ponta, mesmo sem o Arquimedes

Sandro Moraes, especial para o Yahoo! Esportes

Arquimedes Nganga domina a bola na entrada da área. Os 76 mil espectadores em Old Trafford ficam de pé na expectativa do gol. O meia invade a área e acerta o ângulo. A torcida explode. É a glória...
 
O que está descrito acima jamais aconteceu. Mas o sujeito em questão garante que poderia ter sido verdade. O ex-jogador da Terceira Divisão (é... Terceira Divisão) de Portugal está processando a Igreja Batista do país em R$ 30 milhões. Alega que os 19 anos como religioso fervoroso arruinaram suas chances de jogar pelo Manchester United.
 
Hoje morando em Londres, Nganga está com 46 anos. A conta é simples. Ele acredita que  “facilmente” teria recebido R$ 60 mil por semana (mesmo jamais tendo embolsado mais de R$ 600 nos tempos de jogador) na Premier League. “Abandonei o futebol para seguir a igreja aos 25. Poderia ter tido longa carreira. Vejo hoje muita gente,  que não é melhor do que eu era, ganhando fortunas. Os meias hoje são defensivos ou ofensivos. Eu era diferente. Fazia as duas coisas”, jura.
 
Então tá, né?

INGLATERRA
 
Mesmo sem o craque Arquimedes, o Manchester United fez a torcida do até então líder City se desesperar. Atuando mal, mas sem grandes riscos, os Diabos Vermelhos passaram pelo West Bromwich Albion por 2 a 0 e assumiram a ponta. Chegaram aos 67 pontos graças aos dois gols de Wayne Rooney.
 
Primeiro colocado durante praticamente todo o Campeonato Inglês, Balotelli e Cia precisavam manter o ritmo e derrotarem o Swansea, fora de casa. Perderam por 1 a 0, confirmando o que especialistas da Inglaterra e o próprio Alex Ferguson já haviam dito nos últimos meses: na hora que a liga afunila e você precisa vencer aquelas partidas-chaves, mesmo longe do futebol ideal, ninguém tem tanta experiência quanto o United.
 
Após a derrota, o desespero tomou conta da torcida azul (66 pontos), que não vence o título desde 1968. Eles entupiram as linhas telefônicas de emissoras de rádio para reclamarem do defensivismo de Roberto Mancini. Mas ninguém resumiu tão bem a dor da equipe quanto o anônimo torcedor, segundos após o gol do Swansea. Assista ao vídeo e veja o pânico do torcedor.


Um dos problemas para o time do sheik Mansour é a tabela. O United tem compromissos – teoricamente – menos difíceis. Na próxima rodada, visitam o penúltimo colocado Wolverhampton, por exemplo. O City joga contra o Chelsea. Faltam dez rodadas para terminar o campeonato.
 
Outros resultados: Everton 1-0 Tottenham, Wolverhampton 0-2 Blackburn, Sunderland 1-0 Liverpool, Chelsea 1-0 Stoke, Bolton 2-1 Queens Park Rangers, Norwich 1-1 Wigan. Arsenal e Newcastle fecham a rodada na segunda-feira.

ESPANHA
 
Olho no Málaga. Sim, é difícil porque na Espanha as atenções estão voltadas para Real Madrid e Barcelona, mas o time da Andaluzia pode protagonizar a grande história do futebol no país. Com 40 pontos ocupa, isoladamente, a quarta colocação, o que garante uma vaga na próxima Liga dos Campeões.
 
Embora o clube seja pequeno, não é pobre. Muito pelo contrário. Desde 2010, pertence ao sheik Abdullah Bin Nassar Al-Thani. Integrante da família real do Catar, ele devia estar sem muito o que fazer e pensou em investir no futebol. Por 36 milhões de euros, passou a ser o feliz proprietário de uma equipe de Primeira Divisão na Espanha: o Málaga.
 
Desde então, foram feitos investimentos em gente conhecida. Não de ponta, claro, mas que tem certo nome no Velho Continente: o argentino Demichellis, o francês Toulalan, o espanhol Cazorla e o brasileiro Julio Baptista.
 
Corre o risco de dar certo. No final de semana, bateu o Levante por 1 a 0.
 
Não é o bastante para ofuscar os shows de Cristiano Ronaldo e Messi. O português fez dois gols e o Real Madrid passou com muita dificuldade pelo Bétis por 3 a 2. O melhor do mundo também anotou duas vezes e o Barça fez 2 a 0 no Racing Santander. A distância se mantém a mesma. Dez pontos de vantagem para o time da capital na liderança (70 a 60).
 
Outros resultados: Real Sociedad 3-0 Zaragoza, Sporting Gijón 1-0 Sevilla, Espanyol 5-1 Rayo Vallecano, Atlético de Madrid 2-0 Granada, Valencia 2-2 Mallorca, Osasuna 2-1 Athletic Bilbao. Villarreal e Getafe encerram a rodada na segunda-feira.
 
ITÁLIA

Claudio Ranieri se disse “extasiado” com a vitória da Internazionale. Quem ouviu o técnico falar, pode ter pensado que a equipe havia acabado de assumir a liderança da Série A. Nada disso. O resultado de 2 a 0 sobre o Chievo Verona fez o nerazzurro atingir a modestíssima sétima colocação. E também não foi fácil. Os gols saíram apenas após os 40 do segundo tempo.
 
A alegria do treinador é porque seus jogadores quebraram inacreditável série de sete derrotas consecutivas. A meta para a temporada passou a ser apenas tentar tirar os oito pontos de desvantagem para a Lazio, terceira colocada, e beliscar vaga na Liga dos Campeões. Não será fácil. Para piorar as coisas, o Milan dá toda a pinta de que vai ser campeão italiano de novo.
 
O Rubro-Negro ganha força justamente no momento em que a Juventus perde terreno. Com autoridade, marcou 2 a 0 no Lecce, enquanto a Velha Senhora tropeçou de novo. Não saiu do 0 a 0 com o Genoa.
 
A Juve, que até o mês passado ocupava a ponta isoladamente, agora está quatro pontos atrás do Milan (57 a 53). O problema nem é tanto os placares, mas o nível do futebol que o alvinegro passou a apresentar.
 
Outros resultados: Napoli 6-3 Cagliari, Palermo 0-1 Roma, Catania 1-0 Fiorentina, Atalanta 1-1 Parma, Cesena 0-2 Siena, Lazio 1-3 Bologna, Novara 1-0 Udinese.

Assista aos gols da tensa vitória da Internazionale.


ALEMANHA
 
Há esperança para o Bayern de Munique, afinal. O time mais campeão do país conseguiu reduzir a diferença para o líder Borussia Dortmund. Agora está em cinco pontos (56 a 51). O gigante da Baviera deve agradecer ao pequeno Augsburg, que segurou o primeiro colocado no 0 a 0 . Com três gols de Mario Gomez, o Bayern aproveitou a chance massacrando o Hoffenheim: 7 a 1.
 
A nove rodadas do fim, a disputa pelo título parece resumida a essas duas equipes. O mesmo vale às vagas para a Liga dos Campeões. O surpreendente Borussia Monchengladbach empatou em 0 a 0 com o Freiburg, mas manteve a terceira colocação, com 48 pontos. Um a mais que o Schalke 04, que bateu o Hamburgo por 3 a 1.
 
Outros resultados: Stuttgart 0-0 Kaiserslautern, Wolfsburg 3-2 Bayer Leverkusen, Colonia 1-0 Hertha Berlim, Mainz 2-1 Nurenberg, Werder Bremen 3-0 Hannover.

PORTUGAL
 
Será?
 
Durante o todo o Campeonato Português, a grande questão foi se o Porto continuaria o predomínio da temporada passada ou se seria desbancado pelo Benfica.
 
E se nenhuma das alternativas for a correta?
 
O Braga ameaça atropelar na reta final e está a apenas um ponto da liderança. Com os 2 a 1 sobre o União Leiria, chegou aos 52 pontos, atrás apenas do Clube do Dragão. Está empatado com os Encarnados na segunda posição.
 
A grande surpresa foi o empate em 1 a 1 do Porto com a Académica. E a derrota só não aconteceu porque Hulk converteu um pênalti nos acréscimos. O Benfica passou apertado, mas derrotou o Paços de Ferreira por 2 a 1.
 
Outros resultados: Marítimo 2-1 Feirense, Rio Ave 3-0 Vitória de Setúbal, Olhanense 4-4 Nacional, Beira-Mar 1-0 Gil Vicente, Sporting 5-0 Vitória de Guimarães.