Sobre novo treinador, Inter segue trabalhando em silêncio

Futebol Latino
·1 minuto de leitura


A postura adotada pelo Inter no que diz respeito a chegada de um novo comandante após a saída um tanto quanto intempestiva de Eduardo Coudet é semelhante a de momentos recentes da atual gestão: silêncio absoluto.

O assunto está sendo tratado tanto "à portas fechadas" que nem mesmo o momento de anunciar a saída do treinador argentino foi colocado nas redes sociais do clube, mas sim em uma coletiva do presidente Marcelo Medeiros na tarde da última segunda-feira (9) além de nota oficial postada unicamente no site.

Na mesma entrevista, o mandatário do Colorado afirmou que não tinha entrado em contato com Abel Braga, nome com história no clube e colocado como o mais forte nos bastidores a assumir o cargo. Todavia, o trabalho pós-coletiva teria sido intenso ao ponto da base contratual ter sido acertada até fevereiro de 2021.

A saída de Coudet vem em momento crítico para a equipe na temporada pelo fato da vivência de fases decisivas em três competições diferentes (Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores). Elemento que chegou, inclusive, a ser ponto de discussão por parte do agora ex-treinador argentino para argumentar constantemente sobre a necessidade de reforços para manter o nível de competitividade.

Seja já com Abel, em comando interino ou mesmo outra opção no mercado, o Inter tem como próxima partida o início das quartas de final da Copa do Brasil diante do América-MG na próxima quarta-feira (11) às 21h30.