#SnyderCut é real: Filme da Liga da Justiça será relançado em 2021 com versão do diretor

Yahoo Vida e Estilo
Versão do diretor de Liga da Justiça será lançada exclusivamente no streaming HBO Max em 2021. Foto: Divulgação / Warner Bros. Pictures
Versão do diretor de Liga da Justiça será lançada exclusivamente no streaming HBO Max em 2021. Foto: Divulgação / Warner Bros. Pictures

O apelo dos fãs e do elenco de Liga da Justiça finalmente foi atendido por Hollywood. A Warner Bros. anunciou nesta quarta-feira (20) que vai relançar o filme dos heróis da DC em 2021 com uma nova versão, comandada pelo diretor Zack Snyder, diretamente no serviço de streaming HBO Max.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

A decisão atende à campanha "#ReleaseTheSnyderCut", uma referência à mítica versão original do filme de 2017 conforme imaginada por Snyder, que foi afastado do corte final do longa-metragem e substituído por Joss Whedon - razão pela qual, segundo os fãs, o filme foi um desastre de público e crítica.

Leia também

A campanha pelo lançamento da versão original do diretor começou logo após o lançamento do filme em 2017. Liga da Justiça foi detonado pela crítica especializada e amargou "meros" US$ 650 milhões de bilheteria (suficiente apenas para pagar os custos da produção e bem abaixo de filmes de menor orçamento naquele ano).

A treta até aqui

De acordo com informações de bastidores divulgadas pela imprensa de Hollywood, a culpa do fracasso teria sido uma série de decisões equivocadas que culminou na troca de diretores durante a pós-produção. Oficialmente, Snyder se afastou do projeto após a morte da filha, mas houve boatos de que seu afastamento se deu, na verdade, por um conflito criativo com os produtores.

Snyder, pelo que se sabia e tendo como base seus filmes anteriores, queria dar um tom mais sério e sombrio a Liga da Justiça, mas os executivos da Warner, impressionados com o sucesso da rival Marvel no cinema, queriam algo mais leve e divertido.

Foi aí que Joss Whedon, diretor dos dois primeiros filmes dos Vingadores para a Marvel, foi chamado para o projeto, em 2016. Liga da Justiça então teria que passar por refilmagens para ajustar a história à visão de Whedon, o que provocou ainda mais problemas nos bastidores, especialmente em relação ao astro Henry Cavill.

O intérprete do Superman, àquela altura, já estava gravando outro filme - Missão Impossível: Efeito Fallout, lançado em 2018 - e, para viver o personagem August Walker, teve que deixar crescer um grosso bigode que não combinava com o herói de capa vermelha. Começava ali uma batalha entre executivos para decidir se Cavill tiraria ou não o bigode para as filmagens adicionais de Liga da Justiça.

Cavill não raspou o bigode, que teve que ser removido digitalmente. O resultado da edição, como se pode ver no filme, não ficou muito convincente, despertando uma onda de memes logo que Liga da Justiça chegou aos cinemas.

O roteiro incoerente e o tom contraditório do filme só ajudaram a prejudicar sua reputação. A Warner, por sua vez, nunca confirmou os relatos. Oficialmente, apenas Snyder aparece nos créditos de Liga da Justiça. Whedon é creditado como um dos roteiristas.

Crentes de que a versão original de Snyder para o filme seria bem mais coesa (e sem deformidades digitais como o bigode de Henry Cavill), fãs lançaram uma campanhas nas redes sociais exigindo o lançamento do corte do diretor. O movimento ganhou apoiadores até mesmo entre o elenco de Liga da Justiça: Ben Affleck (Batman), Gal Gadot (Mulher-Maravilha) e Jason Momoa (Aquaman) usaram a hashtag #ReleaseTheSnyderCut nas redes sociais.

A comoção foi tanta que fãs chegaram a comprar espaços publicitários na cidade de San Diego, onde é realizada anualmente a maior convenção geek Comic Con do mundo, pedindo pela liberação do mítico "Snyder Cut". O diretor também entrou na onda, soltando fotos de bastidores e detalhes da história que ele planejava e que não terminaram no filme que foi aos cinemas nas redes sociais.

(Re)lançamento em 2021

Agora, a Warner finalmente confirmou não só que a versão do diretor existe como será lançada no HBO Max, o serviço de streaming que a empresa prepara para competir com a Netflix com data de lançamento marcada para 27 de maio nos Estados Unidos (ainda não há previsão de lançamento no Brasil).

Acredita-se que a versão de Snyder ainda precise de uns toques finais em efeitos visuais, possivelmente pequenas refilmagens e até dublagens, antes de ser divulgada ao público, o que explicaria a data de lançamento do novo Liga da Justiça apenas para o ano que vem.

"Este parece ser o momento certo para compartilhar a história de Zack, e a HBO Max é a plataforma perfeita para isso", disse Toby Emmerich, presidente do Warner Bros. Pictures Group, em comunicado.

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também