Sistema defensivo do São Paulo tem 'teste de fogo' contra o Flamengo

LANCE!
·2 minuto de leitura


O São Paulo tem um teste de fogo domingo, no Maracanã. Preocupado com o desempenho de seu sistema defensivo, que sofreu cinco gols nos últimos dois jogos, o Tricolor encara o Flamengo - dono do melhor ataque do Campeonato Brasileiro. A partida é vista como um bom indicativo do que esperar da equipe comandada por Fernando Diniz na sequência da temporada.

Embora mantenha-se entre altos e baixos em 2020, o São Paulo está em uma situação razoável. O time é o quinto colocado no Brasileirão, com três jogos a menos do que seus adversários, está classificado para as quartas de final da Copa do Brasil e se mantém vivo na Copa Sul-Americana - apesar da derrota, por 3 a 2, para o Lanús no jogo de ida da segunda fase do torneio.

O problema identificado pela comissão técnica é o número alto de gols sofridos na temporada. No meio dessa semana, o técnico Fernando Diniz falou sobre sua preocupação em dar mais consistência ao sistema defensivo e proteger o goleiro Tiago Volpi. Em 2020, importante ressaltar, o São Paulo sofreu três gols ou mais em pelo menos um jogo de cada competição disputada até aqui.

No domingo, a equipe tem pela frente ninguém menos do que o atual campeão nacional e da América do Sul: o Flamengo. Fora de casa, o Tricolor tenta segurar o estrelado ataque formado por Pedro, Bruno Henrique e Everton Ribeiro - além de outros jogadores com bom potencial ofensivo no elenco.

Ainda sem se firmar de fato no cenário nacional, o São Paulo tenta cravar sua condição de força no futebol brasileiro contra o Rubro-negro, no Maracanã. Não levar gols diante do mais poderoso ataque do Brasileirão seria um indicativo importante para o Tricolor, que não descarta brigar pelo principal título do país nesta temporada.