Sims controla corrida 2 e comanda dobradinha da BMW em Ad Diriyah

PEDRO HENRIQUE MARUM

Que prova mais alucinada. Em meio a toda loucura que foi a corrida 2 do eP de Ad Diriyah, na manhã deste sábado (23), uma constante: Alexander Sims na liderança. As disputas confusas e até sujas em diferentes momentos ficaram do segundo lugar para trás, mas na frente foi Sims quem controlou a prova inteira e conseguiu confirmar a vitória que ficara apenas no sonho 24 horas atrás. 

Atrás dele, Maximilian Günther, que aproveitou os espaços que lhe foram oferecidos por rivais no caminho para o acionamento do modo ataque. Aí, no fim, teve de resistir aos ataques de Lucas Di Grassi e conseguiu. Günther vai ao pódio, com Di Grassi em terceiro. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Stoffel Vandoorne foi outro que se livrou dos problemas e foi subindo lentamente pela classificação. Edoardo Mortara foi quinto, enquanto Oliver Rowland, Nyck de Vries, Oliver Turvey, Daniel Abt e James Calado pontuaram. A melhor volta entre os membros do top-10 foi de Di Grassi.

A melhor volta da corrida foi de António Félix da Costa, que voava na pista, mas depois de receber um drive-through por causar uma colisão com Sébastien Buemi, então na briga pelo segundo lugar, acabou longe da disputa por pontos. Por motivos diferentes, Da Costa, Mitch Evans (colisão), Daniel Abt (mapa de aceleração ilegal) e Felipe Massa (alinhar errado no grid) tiveram de passar nos boxes.


A corrida ainda teve duas interferências do safety-car. A primeira após uma batida entre Evans e Sam Bird colidirem e acertarem Pascal Wehrlein. Depois, quando Robin Frijns perdeu o controle do carro e acertou o muro. A relargada após o segundo safety-car foi uma várzea: os fiscais ainda estavam na pista, bem como o carro acidentado, o que obrigou uma chamada desesperada da bandeira amarela de pista inteira. 


Após tudo isso, a Fórmula E para por pouco menos de dois meses e volta, caso tenha sorte, em 18 de janeiro, direto de Santiago. 

Alexander Sims (Foto: BMW)

Confira como foi a corrida 2:

A largada para a corrida 2 em Ad Diriyah aconteceu sem nenhum imprevisto e permitiu que Alexander Sims, que sofreu com um problema da BMW de desgaste excessivo de energia na sexta-feira, arrancou para abrir 1s8 em 2min. Jérôme D'Ambrosio teve problemas e sequer conseguiu alinhar para a largada.

Quem começava a aparecer com destaque era António Félix da Costa, que foi o favorito à pole após cravar a melhor volta do fim de semana no TL3, mas errou na Superpole. O português rapidamente tirou Mitch Evans e Edoardo Mortara da frente antes de belo mergulho para ultrapassar Lucas Di Grassi.

Da Costa seguia o bom ritmo e rapidamente chegava até Sébastien Buemi. O suíço, sem conseguir se aproximar do aparentemente imbatível Sims, precisava se preocupar. Logo, entretanto, da Costa tocou a traseira do carro da Nissan e fez Buemi rodar. O piloto suíço se desesperou para voltar a correr com o menor prejuízo possível, mas ficou em potencial posição de T no meio do traçado de corrida e se lançou de forma que obrigou Felipe Massa a sair da pista e ir à área de escape. 

O FanBoost foi anunciado para Stoffel Vandoorne, Nyck de Vries, Buemi, Da Costa e André Lotterer.

A confusão anterior permitiu que Di Grassi chegasse novamente em Da Costa e retomasse a posição. Com o carro melhor, o português rapidamente se moveu para retomar. Atrás deles, Bird aproveitou o momento e tentou passar junto, mas não conseguiu. Ficou lado a lado com Evans, que chegava junto, e os dois acabaram ocupando o mesmo lugar na pista. A colisão jogou Bird contra o muro, danificou o carro dos dois e ainda provocou que a Virgin tocasse e quebrasse a asa dianteira da Mahindra de Pascal Wehrlein. Safety-car chamado.


Na relargada, a maior parte dos pilotos abriu bastante para passar no transponder e Da Costa passou o líder Sims, mas freou bastante o carro com medo de punição por ultrapassar em safety-car. Günther não teve o mesmo cuidado e ganhou algumas posições. Da Costa, que agora podia atacar Sims, recebeu um drive-through de punição por causar a colisão com Buemi, que, por sua vez, recebeu 10s pela atitude perigosa na pista. Quem também recebeu um drive-through foi Massa, por alinhar errado no grid na hora da largada. 

Direção de prova aciona bandeira verde com carro ainda sendo rebocado em Diriyah (Foto: Reprodução)


Contudo, a bandeira verde duraria pouco. Robin Frijns perdeu o controle do carro e se chocou em cheio contra o muro. Novo safety-car. Na saída, momento pastelão e perigoso. Transmissão mostrava Sims em velocidade normal de corrida, ao passo que cortou para outra parte na pista, onde ainda havia fiscais na pista retirando o carro roxo da Virgin. FCY chamado com certo desespero. Ainda deu tempo de Evans ser punido com um drive through por causar a batida com Bird.

 

Günther voava na corrida e aproveitava a saída de Di Grassi para pegar o modo ataque e assumia a segunda colocação. Com 6min para o fim, a BMW tinha uma dobradinha. Di Grassi, porém, pressionaria Günther, que defendeu e evitou a ultrapassagem. Tirando a briga na frente, os últimos 5min foram bem mais tranquilos que o restante da corrida. O resultado foi a primeira dobradinha da BME na FE.



Fórmula E 2019/20, eP da Arábia Saudita, Ad Diriyah, corrida 2:

1

A SIMS

BMW

36 voltas

 


2

L DI GRASSI

Audi

+2.817

 


3

S VANDOORNE

Mercedes

+3.581

 


4

E MORTARA

Venturi Mercedes

+4.294

 


5

O ROWLAND

Nissan

+5.475

 


6

D ABT

Audi

+16.942

 


7

J CALADO

Jaguar

+17.221

 


8

J.E VERGNE

DS Techeetah

+19.394

 


9

B HARTLEY

Dragon Penske

+20.702

 


10

A.F. DA COSTA

DS Techeetah

+22.634

 


11

M GÜNTHER

BMW

+25.383

 


12

S BUEMI

Nissan

+26.291

 


13

N JANI

Porsche

+27.493

 


14

A LOTTERER

Porsche

+29.046

 


15

P WEHRLEIN

Mahindra

+35.290

 


16

N DE VRIES

Mercedes

+36.318

 


17

M EVANS

Jaguar

+37.105

 


18

F MASSA

Venturi Mercedes

+45.758

 


19

M QING HUA

NIO

+1:04.165

 


20

O TURVEY

NIO

 

NC


21

N MÜLLER

Dragon Penske

 

NC


22

R FRIJNS

Virgin Audi

 

NC


23

S BIRD

Virgin Audi

 

NC


24

J D'AMBROSIO

Mahindra

 

NC





 



Paddockast #42

QUEM É VOCÊ NO GP DO BRASIL?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM





Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo


O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.


Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.






Leia também