Simone Inzaghi é atacado por torcedores da Lazio após aceitar oferta da Inter de Milão

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A temporada 2020/21 ainda não terminou oficialmente no Velho Continente, mas as movimentações de mercado já estão intensas, principalmente em solo italiano, com muitas trocas polêmicas nas áreas técnicas de grandes clubes. A Juventus, por exemplo, decidiu partir caminhos com Andrea Pirlo e já acertou o retorno de Massimiliano Allegri, ao passo que a Inter de Milão, atual campeã, não chegou a um acordo para a manutenção de Antonio Conte.

O escolhido pela gigante de Milão para substituir Conte foi Simone Inzaghi, que vinha de grandes trabalhos à frente da Lazio. Depois de 22 anos dedicados à equipe albiceleste - considerando seu tempo como atleta, auxiliar e técnico -, o jovem comandante decidiu buscar uma nova experiência de carreira, movimento que revoltou os torcedores laziales.

Inzaghi deixa a Lazio após 22 anos de serviços prestados ao clube | Giuseppe Bellini/Getty Images
Inzaghi deixa a Lazio após 22 anos de serviços prestados ao clube | Giuseppe Bellini/Getty Images

Além de xingamentos e insultos nas redes sociais, ultras da Lazio atacaram Inzaghi através de pichações nos muros do Centro de Treinamento em Formello: "Traidor, escravo do futebol moderno", trazia uma das pichações.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

De acordo com múltiplas fontes da imprensa italiana, Inzaghi assinará contrato de duas temporadas com a Inter de Milão, válido até meados de 2023, com vencimentos próximos de 4 milhões de euros/ano.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos