Simone Biles fala sobre competir novamente: "Se me custar a paz, vou me afastar"

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
TOKYO, JAPAN - AUGUST 03: Simone Biles of Team United States reacts before the Women's Balance Beam Final at Ariake Gymnastics Centre on August 03, 2021 in Tokyo, Japan. (Photo by Xavier Laine/Getty Images)
Simone Biles durante as Olimpíadas de Tóquio. Ginasta americana abriu mão de quatro finais individuais. Foto: (Xavier Laine/Getty Images)

Priorizando sua saúde mental, a ginasta americana Simone Biles declarou que considera continuar disputando competições, mas colocou condições para que isso aconteça. Após encerrar sua temporada de 2021 na última semana, quando finalizou a turnê Gold Over America, Biles concedeu entrevista ao portal US Weekly, dos Estados Unidos, e abriu seus planos sobre a carreira profissional e se considera a aposentadoria, mesmo aos 24 anos.

A atleta americana destacou o aspecto mental, que a retirou de quatro finais dos Jogos Olímpicos de Tóquio, como seu foco: "Isso é algumas daquelas coisas que você não pode ignorar. Meu corpo não ignorou. Se pudermos manter isso sob controle, adoraria treinar novamente. Mas, no final do dia, se me custar a paz, vou me afastar. E estou completamente bem em me afastar, porque já passei por muito. Eu conquistei muito".

Leia também:

Biles tem, em sua carreira, sete medalhas olímpicas (quatro ouros, uma prata e dois bronzes) e 25 medalhas em campeonatos mundiais (19 ouros, três pratas e três bronzes). Estas conquistas a credenciam como a maior campeã mundial da história, considerando modalidades masculinas e femininas.

Simone era a favorita de cinco das seis provas que disputaria na ginástica artística em Tóquio, mas passou por um processo chamado por ela de "twisties", que é quando se sofre um bloqueio mental durante a performance na ginástica, tirando a orientação da atleta no ar. Ainda assim, conquistou duas medalhas na última edição das Olimpíadas, uma de prata e uma de bronze.

Biles, antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio, tratava o evento como sua última competição da carreira e considerava o momento ideal para a aposentadoria. Os acontecimentos e resultados obtidos, porém, podem adiar a decisão definitiva.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos