Simone Biles explica sua desistência em Tóquio: 'Realmente não consigo compreender como girar'

·1 minuto de leitura


Simone Biles preocupou o mundo na última terça-feira, ao desistir da final individual geral e da disputa por equipes na ginástica artística nas Olimpíadas de Tóquio. Alegando problemas no bem estar emocional, logo após uma avaliação médica, a americana não se explicou até esta sexta-feira, quando publicou nas redes sociais um dos motivos de não disputar as provas.

"É a sensação mais louca de todas. Não ter um centímetro de controle sobre seu corpo. O que é ainda mais assustador é que, como não tenho ideia de onde estou no ar, também não tenho ideia de como vou pousar ou onde vou pousar. cabeça/mãos/pés/costas", disse Simone, que falou também sobre a confusão que tem na execução de todos os quatro aparelhos.

Ela postou vídeos em seu Instagram fazendo “twisties”, uma acrobacia arriscada e só conseguiu cair tentativa após tentativa. Por isso, ela comentou sobre o risco físico que seria competir nos Jogos Olímpicos. A superfície do evento é bem mais dura do que os blocos de espuma dos treinos:

"Não acho que você perceba o quão perigoso isso é numa superfície dura/de competição. Às vezes eu nem consigo entender como girar. Realmente não consigo compreender como girar", desabafou a ginasta sobre seu medo.

CONFIRA ABAIXO O QUADRO DE MEDALHAS ATUALIZADO

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos