Simeone revela proposta de R$ 116 mi para deixar Atlético de Madrid

O técnico Diego Simeone revelou em entrevista ao jornal espanhol As que recebeu uma proposta milionária para deixar o Atlético de Madrid ao final da temporada passada e esteve muito próximo de encerrar seu ciclo no clube. Após a dura derrota na final da Liga dos Campeões para o Real Madrid nos pênaltis, o treinador argentino ficou desolado e pensou realmente em não seguir comandando os colchoneros.

Simeone disse ter recebido uma proposta de 35 milhões de euros (R$ 116 milhões) de um grande clube europeu. Acreditando que seria difícil voltar a motivar seus jogadores após uma nova derrota na decisão da Liga dos Campeões para o maior rival, o treinador campeão espanhol da temporada 2013/14 quase foi embora.

“Eu tinha de ir para a sala de imprensa e tive que passar pela área em que o Real Madrid estava comemorando, nessa hora senti muita dor e comecei a pensar que a próxima temporada seria difícil, motivar meus jogadores novamente seria difícil”, revelou Simeone.

“Eu disse o que sentia, que precisava pensar sobre [sair do Atlético de Madrid]. Isso é tão ruim? Você precisa lembrar que se eu quisesse ir para outro time, eu tinha 35 milhões de razões. 35 milhões! Mas eu não deixei o clube, porque não quis”, completou o treinador argentino ao ser questionado sobre sua declaração pós-jogo em que levantou a possibilidade de despedida.

Segundo veículos espanhóis, Diego Simeone era a prioridade do Paris Saint-Germain para assumir o comando técnico da equipe. Com a permanência do argentino no Atlético de Madrid, o clube francês acabou contratando Unai Emery, que veio de um tricampeonato da Liga Europa com o Sevilla.

Desde 2011 no Atlético de Madrid, Diego Simeone levou o clube espanhol à duas finais de Liga dos Campeões nas últimas três temporadas, além de conquistar o Campeonato Espanhol em 2014 após 18 anos de seca.