Show de Gustavo Lima tira 1º jogo da final do Mineiro do Mineirão

O estádio talvez consiga receber o segundo jogo da decisão Estadual - (Foto: Divulgação/Twitter Mineirão)


O Mineirão não será palco da primeira partida final do Campeonato Mineiro de 2023. Quem revelou o fato foi Samuel Lloyd, diretor comercial do estádio, afirmando que a data, inicialmente prevista para 1º de abril, o Gigante da Pampulha não estará disponível.


O estádio já reservou a data para um evento musical do cantor sertanejo Gusttavo Lima, intitulado “Boteco do Gusttavo Lima”, que demanda uma grande estrutura, além do show ser realizado no gramado, o que inviabilizaria ter uma partida de futebol.


-A (maior) dificuldade (é) de ter uma antecedência nesse calendário. Normalmente, os grandes eventos internacionais são combinados com um ano de antecedência e uma vez que o calendário (das competições) sai de repente três, quatro meses antes. Nós sempre vamos tentar fazer o máximo para equilibrar, ou concomitante, o evento com o jogo, como já aconteceu inclusive em 2022, que já fizemos (show) na esplanada, sem nenhum impacto. A ideia é sempre equacionar esse calendário-disse Samuel Lloyd, diretor comercial do Mineirão, que pressionou os clubes para que se organizassem sobre datas de uso do estádio.


-O que a gente pede é que os clubes precisam dizer ao Mineirão quais são as partidas, se ele vai ter um contrato anual e até o momento isso não aconteceu, pelo menos por parte do Cruzeiro. O Atlético já sinalizou que joga aqui no nosso primeiro semestre e isso ajuda que nossa gestão preserve as datas principais- comentou.


Todavia, o diretor do Mineirão disse que não descarta que o primeiro jogo da decisão do Mineiro seja no Mineirão.

-Não é certo porque no ano passado nós já conseguimos conciliar a mudança de datas e isso viabiliza que as partidas aconteçam aqui- afirmou.


Por fim, Samuel Lloyd acredita que é possível chegar a uma solução, equilibrando datas entre jogos e eventos.


-Acredito que é necessário sentar e conversar. Normalmente essa conversa vem quando os organizadores da competição sabem quais são os clubes que vão estar nessa final para entender a relevância dele e o apelo, se é uma partida de grande público, para 60 mil torcedores. As vezes uma semifinal ela não é. é uma partida que cabe em um estádio de 20 mil pessoas, por exemplo-disse.

O diretor, entretanto, garantiu que o segundo jogo, caso seja no estádio, será no Mineirão,

-A finalíssima nós estamos com a data bloqueada. Queremos muito que aconteça no estádio- finalizou.