Shimano Fest termina com público de 20.500 pessoas em quatro dias

Gazeta Press

 

O Shimano Fest, importante festival de ciclismo, chegou ao fim no último final de semana. O evento, que reuniu 20.500 pessoas durante quatro dias, no Jockey Club de São Paulo, terminou no domingo, com as definições dos vencedores das principais provas do Bike Competition.

No MTB Short Track, prova válida pela União Ciclística Internacional (UCI), levaram o título o paulistano Luiz Cocuzzi (Lar/Scott/Shimano) e a mineira Isabella Lacerda (LM/Sense de MTB). No Criterium por Pontos, Robertinho Silva e Daniela Lionço, vencedora da Prova Ciclística 9 de Julho, garantiram a dobradinha para a equipe Funvic Soul Cycles & Carrefour, de São José dos Campos.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Luiz Cocuzzi fez uma disputa acirrada com Rubinho Valeriano (Specialized Racing BR), alternando a liderança ao longo das 11 voltas no circuito de 1,1 km, construído no entorno das demais arenas do evento, até vencer na última curva. Ricardo Pscheidt (Trek/Shimano), Wolfgang Soares (Caloi Elite Team) e José Gabriel Marques (Audax/Shimano) completaram as cinco primeiras colocações.

“Ganhar uma prova na minha cidade e no evento da Shimano, minha patrocinadora, é muito bom, porque competi na frente de muita gente que conheço e recebi todo apoio necessário. Foi muito gratificante. Foi uma prova muito intensa e rápida, como é a característica do Short Track”, avaliou Cocuzzi.

Entre as mulheres, Isabella Lacerda dominou desde o início. Assim como no ano passado, a mineira não deu chances para as rivais e completou as oito voltas com cerca de um minuto de folga para Danilas Ferreira (FEAC/Franca). Sofia Subtil (Audax/Shimano), Aline Simões (Focus XC Team Brasil) e Amanda Vieira (MTB Quatro), que completaram o pódio.

“Estou muito feliz. Ano passado o Shimano Fest foi um show aqui em São Paulo. Desta vez, foi melhor ainda. Gostei demais da pista, bem técnica. Me diverti fazendo o que eu gosto. Não tem coisa melhor do que isso, ser campeã e garantir o bicampeonato consecutivo”, vibrou Isabella.

Criterium por Pontos – Enquanto os atletas do mountain bike disputaram as finais no período da tarde, de manhã os ciclistas de estrada percorrem o circuito da Avenida Lineu de Paula Machado, em frente ao Jockey Club. Entre os profissionais, a equipe de São José dos Campos foi o principal destaque, com a dobradinha feita por Robertinho Silva e Francisco Chamorro. Joel Prado (Green/Piracicaba), Gideoni Monteiro (Memorial Santos) e Emerson Santos (UFF) completaram o pódio.

“Definimos que sempre que o pelotão atacasse, Chamorro e eu iríamos fazer o máximo para abrir vantagem e assim garantir as pontuações de metas volantes. Deu tudo certo. Nossa equipe trabalhou muito bem”, declarou o campeão Robertinho Silva.

No feminino, Daniela Lionço venceu mais uma vez na avenida do Jockey, após faturar a Prova Ciclística 9 de Julho há pouco mais de dois meses. Apesar de ter trabalhado para sua companheira Tatiele Valadares, o título ficou com Daniela após vencer a última meta volante, a mais importante entre as oito voltas.

“Nosso objetivo era garantir o título para a Tatiele, nossa atleta com características de sprint. No meio da corrida perdemos o controle e mudamos a estratégia. Fizemos vários contra-ataques de sprints e deu muito certo”, avaliou Lionço.

Leia também