Shaqiri pede desculpas aos torcedores suíços após derrota para Portugal

Por Simon Jennings

LUSAIL, Catar (Reuters) - O meio-campista suíço Xherdan Shaqiri pediu desculpas aos torcedores após a eliminação de sua seleção da Copa do Mundo de forma humilhante, uma derrota por 6 x 1 para Portugal nas oitavas-de-final no Estádio Lusail nesta terça-feira.

Gonçalo Ramos marcou um hat-trick, com Pepe, Raphael Guerreiro e Rafael Leão fazendo um cada, na partida em que a seleção de Portugal destruiu a defesa suíça para chegar às quartas-de-final da Copa do Mundo pela primeira vez desde 2006.

O técnico português, Fernando Santos, colocou Cristiano Ronaldo no banco e foi recompensado com uma exibição muito mais habilidosa de sua equipe, muito acima do que em qualquer outra na fase de grupos.

"Hoje temos que nos desculpar com todos os torcedores da Suíça em nome do time. Essa não era nossa verdadeira face esta noite", disse Shaqiri.

"Estamos muito desapontados. Vimos os nossos limites. O treinador nos deu um plano, mas não funcionou para nós. Perdemos o jogo já na primeira parte, e chegamos sempre um passo atrás."

O técnico suíço, Murat Yakin, que tem mais dois anos de contrato com a seleção do país, disse que Portugal pegou sua equipe de surpresa.

"Hoje perdemos um jogo, mas isso não significa que temos de ser muito pessimistas e criticar tudo. O time tem demonstrado grande espírito de equipe", afirmou. "Mas esta derrota dói. O placar e a forma da derrota me entristecem."

A Suíça não chega às quartas-de-final da Copa do Mundo desde 1954, mas Yakin acrescentou que sua seleção pode se orgulhar de sua passagem pelo Catar e terá que encontrar uma maneira de seguir em frente.

(Reportagem de Simon Jennings em Doha)