Setor mais 'arrumado', zaga pode virar dor de cabeça no Corinthians

Guilherme Amaro

Quando assumiu o comando do Corinthians, o técnico Fabio Carille dizia que a prioridade era ajeitar a defesa e depois focar no ataque. E o treinador corintiano teve êxito no objetivo: em 11 jogos oficiais, o Timão sofreu gols em apenas três, na derrota por 2 a 0 para o Santo André, na vitória por 3 a 2 para o Mirassol e no empate por 1 a 1 com a Ponte Preta, no último domingo.

A zaga, porém, pode virar dor de cabeça no Corinthians. O paraguaio Balbuena sentiu uma lesão na coxa direita contra a Ponte e fará exames para saber a gravidade na tarde desta terça-feira. O treinador já adiantou que o Timão perderá o defender "por um tempo".

O substituto imediato de Balbuena é Pedro Henrique, titular contra a Ponte na vaga de Pablo, poupado. Há ainda a concorrência de Léo Santos, que entrou no último domingo no lugar do paraguaio e marcou o gol do empate com a Macaca.

Além da definição da dupla de zaga titular, a lesão de Balbuena traz outra dor de cabeça: inscrever ou não um outro zagueiro no Campeonato Paulista. Isso porque Vilson, que já estava inscrito, passou por uma artroscopia no joelho esquerdo na última semana e deve ficar afastado até o fim do Estadual. Agora sem Balbuena, o Timão tem apenas três defensores à disposição.

O problema é que o Corinthians não tem outro zagueiro no elenco profissional. Há duas opções: inscrever o volante Ameixa, que jogaria improvisado, ou o jovem defensor Thiago, que tem 19 anos, foi titular na campanha do título da Copinha em janeiro e continua com o grupo sub-20.

Antes da lesão de Balbuena, um dos cotados para ser inscrito no Paulistão era o meia-atacante Pedrinho. Ele foi promovido ao profissional após o título da Copinha e tem se destacado nos treinos. Questionado na semana passada se Pedrinho seria o escolhido, Fabio Carille pregou calma e disse que "ainda não estava decidido".

Agora, porém, com o desfalque de Balbuena, a comissão técnica deve intensificar os trabalhos para decidir. A escolha dependerá muito do resultado do exame do zagueiro paraguaio, que será realizado na tarde desta terça-feira.











E MAIS: