Setor concorrido e poucos minutos: Gabriel ainda não conquistou espaço no São Paulo

·1 min de leitura
Gabriel Neves não fez uma boa partida contra o Juventude (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)


A temporada não tem sido boa para o volante Gabriel no São Paulo. Contratado com muita expectativa na temporada passada, o jogador, que chegou praticamente junto com Calleri, um dos destaques da equipe, não vem tendo espaço com Rogério Ceni, ficando de fora até mesmo dos relacionados nas últimas três partidas.

TABELA
> Veja tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos

Alguns motivos explicam o pouco tempo em campo. Um deles é a concorrência no setor. O meio-campo foi bastante reforçado neste ano, com as chegadas de Andrés Colorado, Patrick e o recém-chegado André Anderson.

Gabriel só atuou em 187 minutos na temporada, Somente cinco jogadores entraram menos em campo: Luan (132), Toró (119), Nathan - que já foi emprestado - (45), Caio (30) e André Anderson, que fez sua estreia contra o Flamengo e jogou 15 minutos.

Para se ter uma ideia, o jogador não foi relacionado nas últimas três partidas do São Paulo na temporada: Athletico-PR, Everton-CHI e Flamengo. Seu último jogo foi diante do Ayacucho, pela Copa Sul-Americana, quando entrou no segundo tempo e atuou por 29 minutos. Ele não começa uma partida como titular desde o dia 13 de fevereiro, contra a Ponte Preta, na vitória por 3 a 2.

Emprestado pelo Nacional-URU até dezembro deste ano, com valor de compra fixado, Gabriel tem futuro incerto na temporada. Ele tem mais uma chance de pelo menos figurar entre os relacionados nesta quarta-feira (20), quando o São Paulo encara o Juventude, às 19h30, fora de casa, pela jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos