Sergio Ramos fala sobre crise na Espanha, e diz: "amanhã não desejo nada de bom ao Cristiano"

Goal.com
banner Copa 2018
banner Copa 2018

Na véspera da estreia da Espanha na Copa do Mundo, contra Portugal, o capitão Sergio Ramos e Hierro, novo treinador, concederam entrevista coletiva em Sochi.

O principal assunto ainda foi a demissão de Julen Lopetegui, na última quarta-feira (14), e Ramos disse que o quanto antes este tema for esquecido, melhor. O jogador do Real Madrid, clube que agora tem justamente Lopetegui como treinador, também elogiou a opção por Hierro e explicou por que sabia das negociações entre o agora ex-comandante e o seu clube.

“Quando você é capitão, acaba sabendo um pouco além da conta. Nós podemos opinar, mas quem toma as decisões são outros. Nós preferimos nos manter à margem. Quanto antes esse assunto acabar, melhor. Amanhã começa um Mundial e temos um grande jogo. Tomara que possamos começar com o pé direito”, disse.

Sergio Ramos Lopetegui Espanha 13 06 2018
Sergio Ramos Lopetegui Espanha 13 06 2018
Sergio Ramos e Lopetegui (Foto: Getty Images)

“Era preciso virar a página o quanto antes. Tiveram momentos nada agradáveis, o Julen [Lopetegui] foi parte de todo este Mundial. A fase de Eliminatórias que ele fez, a Espanha estar em primeiro lugar antes de qualquer nome próprio. Poucas pessoas são melhores do que Hierro para cobrir a ausência de Julen, que era muito importante. Fernando é um nome que todos nós admiramos há muito tempo”.

GFX Sergio Ramos
GFX Sergio Ramos

"O que aconteceu vai servir para que a gente siga com o mesmo objetivo em mente. Julen vai fazer parte do que acontecer nesta Copa do Mundo".

"Eu me considero uma pessoa de caráter vencedor, não gosto de perder jogos e claro que gosto de ganhar. Chego ao Mundial convencido de que podemos estar aqui, entre os favoritos, mas é preciso ir com calma e respeitando os rivais".

RIVAL DE CR7?

Cristiano Ronaldo Sergio Ramos Eibar Real Madrid LaLiga
Cristiano Ronaldo Sergio Ramos Eibar Real Madrid LaLiga
(Foto: Getty Images)

Sobre o encontro com Cristiano Ronaldo, seu companheiro de time no Real Madrid, Ramos exaltou o atacante... mas garantiu que agora o vê como rival: "Prefiro ter ele do meu lado do que contra. É um perigo constante, é preciso estar sempre presente. Eles têm uma seleção muito completa, uma defesa contundente e séria, passam segurança e será um jogo atrativo para os amantes do futebol. mas amanhã não desejo nada de bom ao Cris".

Leia também