Sergio Ramos e Piqué trocam farpas após o El Clásico

O El Clásico pode ter acabado dentro de campo, mas não fora dele. Logo após o apito final, que garantiu a vitória do Barcelona sobre o Real Madrid por 3 a 2, Gerard Piqué e Sergio Ramos seguiram com o duelo fora dos gramados.

Sem perder uma oportunidade de ironizar o rival, o zagueiro do Barcelona afirmou que os merengues estão "acostumados a serem beneficiados pela arbitragem" e, por isso, Ramos reclamou após ser expulso.

"Quando chegar em casa vai ver que merecia o vermelho. Foi muito claro, entrou com os dois pés, sem chance de tocar na bola. Não há discussão. O que acontece é que aqui estão acostumados a arbitragens muito permissivas e quando isso não acontecem, eles têm as reações que têm", afirmou.

 "Não ouvi, eu vi que ele me gesticulava. Suponho que se referia à expulsão. Quando chegar em casa e assistir à jogada, vai se arrepender. Porque a expulsão é muito clara, é vermelho direto.", completou.

Questionado sobre as declarações de Piqué, o zagueiro do Real Madrid não deixou por menos e alfinetou o adversário, relembrando os erros cruciais da arbitragem que garantiram a virada do Barcelona sobre o PSG nas quartas de final da Champions League.

"Permissiva foi contra o PSG. Piqué gosta de falar dos árbitros. Falei para ele: com tanta pressão e reclamação em cada tweet, você acaba levando vantagem", afirmou.

Ramos

 "Eles têm outra forma de entender o futebol e sempre falam dos árbitros. Quem sabe, acabam tendo resultado. Não vamos falar de arbitragem, não é nosso estilo. Não é nosso esporte. Eu me dirigi ao Piqué, que sempre gosta de falar dos juízes. Não me dou mal com Piqué, mas não me peça para que depois de um clássico assim eu vá lhe dar um abraço.", concluiu.

Por fim, o capitão voltou a se defender da entrada que deu em Lionel Messi.

"O cartão vermelho foi excessivo e nos condicionou para o resto do jogo. É verdade que cheguei atrasado, mas nunca ia machucá-lo. Messi fez muito bem, saltou e dá para ver que nem o toquei", finalizou.

Piqué

 Com o resultado, o Barcelona alcançou os mesmos 75 pontos do Real Madrid e assume o primeiro lugar por conta dos confrontos diretos com os madridistas. Vale lembrar, porém, que a equipe de Zidane ainda tem uma partida a menos na tabela.