Serena Williams se diz com "coração partido" por abandonar torneio de Wimbledon

·1 minuto de leitura
A americana Serena Williams chora ao desistir de sua partida da primeira rodada contra Aliaksandra Sasnovich, da Bielorrússia

A tenista americana Serena Williams declarou estar "de coração partido" por ter abandonado o jogo da primeira rodada em Wimbledon devido a uma lesão, nesta terça-feira, na partida contra a bielorrussa Aliaksandra Sasnovich, quando o placar estava 3-3 no primeiro set.

"Tive que abandonar hoje (terça-feira) com o coração partido depois de machucar a perna direita", disse a tenista de 39 anos, em sua primeira reação nas redes sociais.

"Meu amor e gratidão vão para os fãs e para a equipe que torna tão especial estar na quadra central. Sentir o calor e o apoio extraordinário da multidão hoje quando entrei na quadra e quando saí me emocionou", acrescentou.

Já com 3-2 a seu favor, Serena saiu mancando da quadra e voltou com a coxa direita envolta em uma enorme bandagem.

Ela então se preparou para sacar, mas as lágrimas a impediram de fazê-lo. Vendo sua angústia, o público tentou encorajá-la, mas em vão.

Serena jogou mais três pontos antes de abandonar. A americana, que fará 40 anos em setembro, deixou a quadra chorando e não compareceu à tradicional entrevista coletiva com jornalistas.

Em sua longa carreira, Serena Williams havia desistido apenas uma vez no meio de uma partida de um torneio de Grand Slam, nas oitavas de final, contra Arantxa Sanchez em Wimbledon, em 1998.

ig/dif/mcd/iga/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos