Unai Emery anuncia que deixará Paris Saint-Germain

EFE

Paris, 27 abr (EFE).- O técnico espanhol Unai Emery anunciou nesta sexta-feira que deixará o Paris Saint-Germain a partir em junho, quando termina seu contrato, e explicou que é "o melhor para todos".

"Comuniquei aos jogadores que, depois de me reunir com o presidente e Antero (Henrique, diretor esportivo), decidimos que não continuarei na próxima temporada", disse em Emery entrevista coletiva.

O espanhol, de 46 anos, treinava o PSG desde junho de 2016 e, embora tenha conquistado a maioria dos títulos nacionais - todos menos o Campeonato Francês de 2017 -, não conseguiu passar das oitavas de final na Liga dos Campeões (eliminado pelo Barcelona em 2017 e pelo Real Madrid em 2018).

"Agradeço aos jogadores, ao presidente, a Antero, aos torcedores", acrescentou o treinador, que lembrou da eliminação para o Barça na Champions de 2017, quando o PSG perdeu por 6 a 1 no Camp Nou após ter vencido por 4 a 0 no jogo de ida, como o momento mais duro em seus dois anos à frente da equipe francesa.

"Essa eliminação foi difícil, depois do nosso grande jogo na ida. Depois perdemos lá, com essa arbitragem".

Emery também falou sobre Neymar, e reconheceu que para ele este primeiro ano "não foi simples".

"As mudanças nunca são fáceis", afirmou o técnico em alusão à transferência do brasileiro do Barcelona ao PSG por 222 milhões de euros, a contratação mais cara da história do futebol.

"Digo a Neymar que continue com a naturalidade com a qual vive", apreciou. EFE


Leia também