Sequência de vitórias no BR mantêm Grêmio em região 'comum' nos últimos anos

Futebol Latino
LANCE!
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA


Com a vitória do Grêmio por 1 a 0 sobre a Chapecoense no último domingo (10) combinada a derrota no Morumbi do São Paulo para o Athletico-PR através do mesmo marcador, o Imortal abriu uma vantagem de quatro pontos sobre o time paulista e caminha bem para consolidar sua vaga no G4 em meio a reta final do Brasileirão.

E, apesar da equipe dirigida por Renato Portaluppi ter feito um planejamento nos últimos anos de priorizar as competições eliminatórias, chegar dentro do grupo dos quatro primeiros colocados no BR não significa necessariamente atingir um patamar inédito na atual gestão de grupo de Renato.

Tanto no ano de 2017 como em 2018, o Tricolor chegou ao fim da competição em quarto lugar sendo que, na primeira delas, não precisaria dessa campanha para retornar a Libertadores no ano seguinte pelo fato de já ter faturado o tricampeonato.

Fato é que, com os 56 pontos alcançados nessa altura da competição onde faltam ainda seis rodadas para terminar o Brasileirão, o time porto-alegrense tem condições de atingir um patamar de pontuação maior até do que quando, em 2015, o time ficou em terceiro lugar com 65 unidades. Bastando, para isso, mais quatro triunfos dentro dos compromissos restantes.

A próxima oportunidade de manter essa ideia ocorrerá no próximo domingo (17) quando o time recebe na Arena o Flamengo às 16h (horário de Brasília).






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também