As semelhanças entre Zé Ricardo e Jair Ventura e a chance de consagração

Nesta semana, dois promissores técnicos do futebol brasileiro fazem aniversário. Jair Ventura, do Botafogo, e Zé Ricardo, do Flamengo. Mas as semelhanças entre a dupla vai muito além da proximidade natalina.  Elas começam desde a época em que se enfrentavam na base até a primeira Copa Libertadores de suas carreiras comandando times profissionais.

VEJA TAMBÉM:
Messi faz divertida revelação | A academia de CR7 | Mourinho ignora gritos de "Judas"

A trajetória de ambos é bem parecida. Zé Ricardo assumiu o Flamengo interinamente após a saída do consagrado Muricy Ramalho, sua forma de trabalhar chamou à atenção da diretoria Rubro-Negra que após algumas rodadas de evolução da equipe efetivou o trenador no cargo.

Zé Ricardo Botafogo Flamengo Carioca 12022017


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

Jair Ventura já fazia parte da comissão técnica e era auxiliar de Ricardo Gomes. Quando o treinador deixou o Alvinegro rumo ao São Paulo, Jair foi imediatamente acionado. Depois de algumas rodadas efetivado no cargo. 

A dupla carioca não decpecionou, tanto Flamengo quanto Botafogo impressionaram com suas campanhas no Brasileirão e conquistaram uma vaga na maior competição de clubes da América do Sul antes mesmo de Zé ou Jair completarem um ano como treinadores de time profissional.

Jair Ventura Colo Colo Botafogo Copa Libertadores 08022017


(Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação)

Um início de carreira espetacular, principalmente por dirigem dois dos maiores clubes do futebol brasileiro, digamos que um baita empurrão para revolução de treinadores no Brasil que já está farto dos mesmos técnicos assumindo os mesmos clubes com as mesmas ideias.

Dois treinadores promissores, que trabalham de formas distintas. Zé Ricardo gosta que sua equipe tenha a bola no pé, Jair Ventura exige transições rápidas até chegar no objetivo final: o gol.

Diego Ribas Flamengo San Lorenzo Libertadores 08032017


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação)

A troca de passes, a profundidade, a força na bola áerea são algumas das características do Flamengo de Zé Ricardo. A forte marcação e a velocidade são características do time de Jair Ventura, que faz bem o que é proposto. 

Depois de fazerem "estágio" no Brasileirão, a dupla tem a chance da consagração na Copa Libertadores. Jair Ventura já teve seu trabalho posto a prova na competição ao passar pela fase de pré, complicada mas com bastante alma por parte do Alvinegro.

Camilo Botafogo Colo-Colo Libertadores 02 02 2017


(Foto: Vitor Silva / Botafogo / Divulgação)

Zé Ricardo teve a sua primeira experiência contra o San Lorenzo, na estreia, e antes mesmo do início da competição afirmou que a equipe vai precisar saber "sofrer" para fazer uma boa campanha. 

Dois técnicos promissores, dois grandes clubes e dois grandes desafios pela frente, no final as contas só quem ganha é o futebol brasileiro que traz, aos poucos, uma mudança de mentalidade e uma renovação na forma de pensar o futebol.