Semana das chances: Carille vai rodar elenco nos próximos três jogos

Além do confronto contra a Ponte Preta, neste domingo, às 16h (de Brasília), no estádio Moisés Lucarelli, o técnico Fábio Carille deve rodar seu elenco como poucas vezes fez na atual temporada para as partidas diante do Luverdense, em casa, pela Copa do Brasil, e frente à Ferroviária, no outro domingo, dia 19, em Araraquara, pelo Campeonato Paulista.

“O foco do Corinthians hoje é a Ponte, domingo. A partir de sábado, começamos a definir para o jogo da Ponte. A partir de segunda projetamos o Luverdense. Vamos esperar o final de semana para ver se podemos mudar, essa semana é uma semana importante para tratar de recuperação dos jogadores porque nossa sequência tem sido muito dura”, afirmou o técnico Fábio Carille.

Apesar de ter um duelo eliminatório no meio do período, a comissão técnica admite que a vantagem de 2 a 0 obtida na Arena Pantanal tranquilizou bastante o clube a respeito da utilização de novos jogadores dentro de casa. Dessa forma, nomes como Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel e Guilherme devem ter ao menos uma chance de atuar para mostrar serviço no período.

“Eu vou ser muito sincero: essa questão de negociação está partindo da imprensa. É questão de montagem de banco e de jogo. Estão todos integrados e não tem conversa a respeito de negociação. Se tiver bem, vai ter sua chance”, assegurou Carille, que também deve voltar a usar nomes como Marlone e Camacho, reintegrados recentemente ao grupo.

Dentre esses todos, porém, o caso que mais chama atenção é o de Guilherme. Cortado do banco na partida contra o Mirassol, há duas semanas, devido a dores no joelho esquerdo, o armador estava à disposição do comandante nas últimas três partidas, mas nem sequer foi relacionado.

A justificativa inicial foi de que o banco de reservas precisava ser montado de uma maneira em que não se encaixava o camisa 10. Contra o Brusque, porém, o próprio Carille admitiu que a falta de um armador atrapalhou bastante a equipe. Naquela ocasião, apenas Jadson, que entrou no segundo tempo, tinha características de criação.

Considerado um atleta com potencial de mercado pela diretoria, Guilherme espera por essas chances para saber se terá sequência ou se deve procurar um outro clube ainda em 2017. Caso as oportunidades não o façam ganhar moral com o treinador, o Timão já vislumbra uma possível troca com times envolvidos na Copa Libertadores da América.