Sem Yuri e Castellanos, Palmeiras mira Kaio Jorge

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Kaio Jorge ainda não marcou gols ou deu assistências pela Juve (Daniele Badolato/via Getty Images)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Kaio Jorge
    Futebolista brasileiro

O Palmeiras tem um novo alvo na busca por centroavante: Kaio Jorge. O atacante de apenas 19 anos de idade, adquirido pela Juventus na metade do ano, foi sugerido por Abel Ferreira.

Vale lembrar que o Verdão já fechou com Rafael Navarro, que é esperado na terça-feira para exames médicos. Mas a ideia é contratar pelo menos mais um atleta, de primeira linha, para ser o titular absoluto em 2022.

Leia também:

Yuri Alberto e Taty Castellanos foram as primeiras tentativas, sem sucesso! O Inter já revelou que não tem a intenção de negociar Yuri com clubes brasileiros, enquanto o New York City pediu US$ 20 milhões para liberar Castellanos.

As cifras são idênticas às exigidas pelo Peñarol por Agustin Álvarez, outro nome nos planos de Abel. O uruguaio de 20 anos brilhou em seu país e é apontado como o substituto natural de Luis Suárez na seleção celeste.

Kaio Jorge tem contrato com a Juventus até 2026, mas não conseguiu agradar. Desde que chegou, ele só esteve em campo sete vezes, sempre como reserva. Nenhum gol, nenhuma assistência e apenas 107 minutos somados. 

Em novembro, surgiu a especulação de que ele poderia ser dispensado. Agora, os rumores em Turim dão conta de que o ex-centroavante do Santos sairá em janeiro, por empréstimo, para abrir uma vaga de estrangeiro para o sérvio Dusan Vlahovic, da Fiorentina.

Porém, o Palmeiras deve ter concorrência por Kaio Jorge. É que Sampdoria, Udinese e Sassuolo demonstraram intenção de contratá-lo por empréstimo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos