Sem vacina, Kelly Slater pode perder etapas do Mundial de Surfe

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
BARRA DE LA CRUZ, OAXACA - AUGUST 10: Eleven-time WSL Champion Kelly Slater of the United States after surfing in Heat 1 of the Seeding Round of the Corona Open Mexico presented by Quiksilver on August 10, 2021 in Barra de la Cruz, Oaxaca, Mexico. (Photo by Tony Heff/World Surf League via Getty Images)
Onze vezes campeão mundial, o americano ainda não se vacinou e pode ser desfalque em eventos da WSL. Foto: (Tony Heff/World Surf League via Getty Images)

Kelly Slater deve ser desfalque em, pelo menos, quatro etapas do Circuito Mundial de Surfe por não ter se vacinado contra a Covid-19. Isso porque, das dez etapas da temporada regular, além da final especial em Trestles, quatro paradas da WSL ao redor do mundo exigem a vacinação completa de estrangeiros, além de uma, no Taiti, que exige quarentena de 10 dias após autorização prévia.

A WSL informa que a maioria dos atletas e do staff está imunizada com as vacinas: "Estamos em contato próximo com os atletas para ter certeza de que estão saudáveis. As informações médicas pessoais são privadas, mas a ampla maioria dos atletas e staff da WSL está vacinada" e que seguirá os protocolos sanitários locais, sem realizar qualquer tipo de imposição aos surfistas.

Leia também:

Gabriel Medina (que declarou um hiato na carreira para cuidar de sua saúde mental), Filipe Toledo, Italo Ferreira, Yago Dora (em recuperação por cirurgia no pé), Deivid Silva, Jadson André, Miguel Pupo, Samuel Pupo e João Chumbinho e Tatiana Weston-Webb são os brasileiros que disputarão a temporada de 2022, além dos que possam ser convidados para etapas, como Caio Ibelli que substituirá Gabriel Medina.

Eles confirmaram que estão vacinados e não passarão pelo problema que Medina teve na última temporada, quando não poderia disputar a etapa do Taiti por não estar vacinado. A etapa acabou sendo cancelada por surto de Covid-19 na ilha e não prejudicou o desempenho de Gabriel no campeonato.

Kelly Slater deve perder as etapas de Bells Beach e Margaret River, na Austrália, que exige a vacinação completa de quem ingresse no país, a etapa de G-Land, que também exige a vacinação completa e a do Brasil, em Saquarema, que exige o comprovante vacinal para os estrangeiros que não possuam a vacinação completa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos